App e-Título não será emitido no dia da votação; o que você precisa saber

Eleitores deverão baixar ou atualizar o aplicativo até o dia 1 de outubro, visto que a emissão do documento digital estará suspensa durante o pleito; veja mais detalhes

O e-Título, app disponível para celulares Android e iPhone (iOS), deve ser baixado ou atualizado pelo eleitorado antes de dois de outubro. Isso porque a emissão do título de eleitor digital será suspensa no dia das Eleições Gerais de 2022. Assim, na data, usuários que não tiverem o aplicativo já instalado no smartphone não poderão utilizá-lo como identificação para votar. Ainda, também não poderão acessar algumas informações e processos do período eleitoral disponibilizados pelo serviço - como certidões de quitação e justificativas de ausência.

Depois disso, só será possível emitir o e-Título a partir do dia 5 de setembro - ou seja, três dias após a votação. Por isso, veja, a seguir, tudo o que você precisa saber sobre o e-Título, app desenvolvido pelo TSE.

É importante lembrar que apenas fazer o download da plataforma não é o suficiente. Isso porque, para gerar o documento digital, é necessário fazer o preenchimento de informações como “Nome”, “Data de Nascimento” e “CPF ou Número de Inscrição” antes do dia do pleito, a fim de validar o cadastro e liberar o uso do documento.