173 presos provisórios poderão votar em Alagoas nas Eleições 2022

Em Alagoas, duas seções eleitorais funcionarão dentro dos presídios, uma em Maceió e outra em Girau do Ponciano

O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL) informou, nesta segunda-feira (26), que 173 presos provisórios terão direito a votar nas eleições 2022, cujo primeiro turno ocorre no domingo , 2 de outubro. Segundo o órgão, por não estarem com os direitos políticos suspensos, está assegurado o direito de votar.

Em Alagoas, duas seções eleitorais funcionarão dentro dos presídios, possibilitando que os presos exerçam sua cidadania. As seções funcionarão em Maceió (113 presos) e em Girau do Ponciano (70 presos), onde funciona o presídio do Agreste.

Para a Justiça Eleitoral, são considerados presos provisórios e aptos a votar as pessoas recolhidas em estabelecimento penal sem condenação criminal transitada em julgado. Com as condenações em definitivo, os presos não podem votar enquanto durarem os efeitos da condenação.

Para que a votação ocorra regularmente nos presídios, os procedimentos operacionais e de segurança são adequados à realidade local e definidos pelo juiz eleitoral da Zona onde está localizada a unidade prisional e seus administradores.