Girau do Ponciano expande agronegócio e luta por Escola Agrotécnica

O crescimento gradativo e constante, nos últimos quatro anos, do agronegócio em Girau do Ponciano, é resultado de investimento público

Nesse dia 21 de abril, feriado nacional, Girau do Ponciano apresenta seus resultados na gestão do agronegócio do município, e solicita aos parceiros, a instalação de uma escola agrotécnica, no município.

O crescimento gradativo e constante, nos últimos quatro anos, do agronegócio em Girau do Ponciano, é resultado de investimento público, que além de mapear a vocação agropecuária da região, foi utilizado também, na devida assistência técnica e condições para o desenvolvimento do agronegócio da agricultura familiar do município.

A apresentação contou com a presença dos deputados Marx Beltrão e Gilvan Barros Filho, parceiros políticos do município.

São mais de dois mil produtores atendidos. A produção diversificada assegura maior competitividade. Hoje, o Agronegócio de Girau abrange as atividades de aquicultura, ovinocultura, bovinocultura e a apicultura, com esta última atividade com a maior produção de mel do estado de Alagoas.

Sr. Messias, produtor na comunidade Pau Branco - Girau do Ponciano - Foto: Assessoria

Foi mostrado e comprovado todo o processo de evolução na cadeia produtiva girauense.

Segundo o secretário municipal de Agricultura, que apresentou os dados do IBGE, a produção anual de leite em 2017, era de 15 milhões de litros, saltando a 21 milhões em 2019, um crescimento desde então, de 60%. Isso significa o terceiro lugar, no estado de Alagoas, na produção de leite.

A produção de mel também passou de 30mil kg em 2017 para 40mil kg em 2019, apresentando crescimento de 33,33%, mantendo-se em primeiro lugar na classificação do Estado, até os dias atuais. No rebanho de ovinos, subimos 10 posições na classificação, crescendo 58% no período de 2017 a 2019, chegamos a terceira posição em Alagoas. Em suínos também apresentou crescimento de 24% no mesmo período.

Sr. Paulo Farias, apicultor na comunidade Paraná, Girau do Ponciano - Foto: Assessoria

Na agricultura somos o segundo maior produtor de fumo de Alagoas, com produção de 3.480 toneladas em 2019, apresentando crescimento de 93,33%, se comparado com a produção de 2017.

Na produção de mandioca registramos 12.000 toneladas em 2019.

Iniciamos a aquicultura, com criação de peixes e camarão.

Foi aprovado na Câmara de Vereadores o Selo de Inspeção Municipal. Com a aprovação do SIM, estamos buscando parcerias com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), SEBRAE e ADEAL, para a certificação pelo Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal – SISBI/POA., para que o nossos produtos não sejam apenas comercializado no território girauense, mas em todo território brasileiro. Este ano de 2021, o IBGE vai atualizar todas as informações, e com certeza vamos apresentar mais crescimento no agronegócio de Girau. Este ano de 2021, o IBGE vai atualizar todas as informações, e com certeza vamos apresentar mais crescimento no agronegócio de Girau, falou Maciel Oliveira, secretário municipal de agricultura.

Girau do Ponciano expande agronegócio e luta por Escola Agrotécnica - Foto: Assessoria

Ao final do encontro, o prefeito David Barros, com os resultados apresentados, reforçou a reivindicação da instalação de uma escola agrícola, em Girau do Ponciano.

Os deputados Marx Beltrão e Gilvan Barros filho se comprometeram com essa luta, depois de ouvirem e presenciarem as ações realizadas na área mais importante da economia de Girau do Ponciano.