BRK Ambiental deve assumir distribuição de água em Alagoas no início de 2021

Gestores afirmam que não há previsão para que as tarifas na conta de água apresentem aumento

Após arrematar, por mais de R$ 2 bilhões, a concessão da área de saneamento da Região Metropolitana de Maceió, operada, até então, pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), a BRK Ambiental deve assumir a distribuição de água nas cidades alagoanas ainda no início de 2021.
Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (30), Renan Filho, governador de Alagoas, decretou o início das atividades pela BRK Ambiental já para o início do ano que vem. Segundo ele, apesar do agressivo investimento feito pela empresa vencedora do leilão, não há previsão de aumento nas contas de água da população e o valor investido deve ser reposto através das tarifas aplicadas. 
Sobre a possibilidade de enxugamento no quadro de funcionários, o CFO da BRK Ambiental, Sérgio Garrido de Barros, afirmou que será feita uma análise do atual quadro de operações da Casal, para que, assim, as ações sejam tomadas.