Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > diversão & variedades > TV E CELEBRIDADES

Ratinho é intimado após falas homofóbicas e pode pagar R$ 500 mil

O apresentador Ratinho recebeu a intimação na sede do SBT, em São Paulo, e pode pagar R$ 500 mil em danos morais


				
					Ratinho é intimado após falas homofóbicas e pode pagar R$ 500 mil
O apresentador criticou a escolha da Avenida Paulista para a realização da Parada do Orgulho LGBTI+. Reprodução

Ratinho pode ter que pagar uma indenização de R$ 500 mil a um ativista da causa LGBTI+. O apresentador foi intimado na sede do SBT, em São Paulo, no último dia 12 de março por causa de falas homofóbicas ditas por ele no programa que comanda na emissora.

A ação foi movida por Agripino Magalhães Júnior, que também é deputado estadual suplente em São Paulo. Ele entrou com o pedido judicial no Ministério Público do estado em junho de 2023 e pediu uma apuração sobre a conduta do famoso.

Leia também

Na época, o apresentador criticou a escolha da Avenida Paulista para a realização da Parada do Orgulho LGBTI+. “Vai lá no sambódromo, lá você fica pelado, faz o que você quiser. Deixa a Avenida Paulista pras famílias, que querem ir lá brincar com as crianças. Faz a ‘Parada Gay’ lá no diabo do sambódromo, que lá pode fazer o que vocês querem. Na minha opinião, a ‘Parada Gay’ é o Carnaval dos ‘viados’ e ‘sapatões'”, disse o apresentador.

No processo, Ratinho é acusado de “praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Caso seja condenado, o apresentador poderá ter que pagar uma indenização de R$ 500 mil por danos morais, além de outras medidas, como fazer uma retratação no programa e usar tornozeleira eletrônica.

Bailarina negra constrangida por Ratinho se pronuncia: “Estou triste”

A dançarina Cintia Melo desabafou nas redes sociais após ser alvo de comentários feitos por Ratinho sobre seu cabelo. Durante o seu programa no SBT, o apresentador perguntou à profissional, que é negra e ostenta um black power, se ela estava usando uma peruca. Ratinho também pediu para Milene Uehara, que também comanda a atraçao, puxar o cabelo de Cíntia para confirmar que realmente não se tratava de uma peruca.

Após a repercussão das imagens nas redes sociais, internautas chamaram Ratinho de racista e prestaram apoio a Cíntia. No último dia 4, ela se manifestou sobre o episódio.

“Estou triste com alguns fatos, mas todo mundo que me acompanha sabe o quanto eu sou verdadeira, o quanto eu sou justa e não tenho problema nenhum em falar sobre as coisas que acontecem na minha vida, afinal a minha rede social é aberta”, disse a bailarina. “Nesse exato momento estou cuidando da minha filha, estou cuidando das minhas coisas, preciso trabalhar, mas eu preciso ter discernimento e calma para falar a respeito do assunto”, completou.

Já Ratinho afirmou, por meio de sua assessoria, que não irá se pronunciar sobre o ocorrido. “Ele não concorda com a forma que interpretaram o assunto”, afirmou a equipe do apresentador.

Leia a matéria completa em Metrópoles.com

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas