Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > diversão & variedades > TV E CELEBRIDADES

Pastora do OnlyFans pede para que fiéis parem de ver seus nudes

Para ela, tem sido difícil lidar com o assédio de líderes da igreja, que investem cada vez mais em propostas indecentes

Ana Akiva fez um apelo nas redes sociais para que esses fiéis deixem de assinar seu perfil adulto.
Ana Akiva fez um apelo nas redes sociais para que esses fiéis deixem de assinar seu perfil adulto. | Foto: Divulgação

Desde que deixou a igreja evangélica, a ex-pastora Ana Akiva retomou sua carreira como modelo – ela já foi Miss Bumbum – assumiu seu lado mais ousado, se lançou nas plataformas adultas e vem faturando alto com seus nudes e vídeos picantes no OnlyFans e Privacy. Cerca de R$ 80 mil por mês.

Além de assinantes famosos, incluindo jogadores e até apresentador de TV, Ana se depara todos os dias com fiéis de todo o Brasil que seguiam suas pregações. São principalmente homens casados, líderes religiosos, que pagam caro para se confessar com a ex-pastora e assistem seus vídeos explícitos.

Leia também

“São falsos moralistas. Eles repudiam a pornografia e nudez na frente das pessoas, dão lição de moral na igreja, mas no fundo estão ali me vendo sem roupa. E mais: a maioria tem fetiche em confessar comigo. Contar seus desejos mais obscuros e receber penitências picantes. É estranho, bizarro, mas real. Tem até mulheres”, conta.

Ana Akiva fez um apelo nas redes sociais para que esses fiéis deixem de assinar seu perfil adulto. “Pessoas hipócritas não são bem-vindas”, avisa. “São líderes religiosos que pregam a fidelidade, mas traem suas esposas com amantes e garotas de programa. Se dizem pais exemplares, mas têm filhos fora do casamento. Pregam contra a nudez e a pornografia, mas gastam tudo comigo. Não quero mais”.

Para ela, tem sido difícil lidar com o assédio de líderes da igreja, que investem cada vez mais em propostas indecentes. Além disso, Ana diz que vai dar um prazo para todos eles antes de cancelar suas assinaturas. “Não quero dinheiro sujo, de pessoas vazias, mentirosas e pecadoras. Parem de ver meus nudes”, esbraveja.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas