Nicki Minaj tem clipe de música excluído do YouTube, e se revolta com plataforma

Rapper de 39 anos acusa plataforma de boicotá-la com o número de visualizações e de se promover em cima de seu canal com anúncios

Nicki Minaj, de 39 anos, se manifestou, na tarde desta segunda-feira (26), por meio de suas redes sociais para mostrar sua insatisfação com o YouTube, acusando a plataforma de tentar boicotá-la com o número de visualizações de seu clipe. A rapper teve seu vídeo de música Likkle Miss, versão remix, tirado do ar por ser considerado conteúdo inapropriado para menores de idade.

“Imaginem isto. Eles restringiram o meu vídeo, mas têm coisas um milhão de vezes piores na plataforma. Isto é o que eles fazem para te impedir de ganhar enquanto fazem anúncios para outras pessoas e publicam falsas estatísticas, porque as mesmas pessoas que dirigem o YouTube estão na cama com uma certa gravadora e empresa de gerência”, iniciou Nicki Minaj.

“Isto foi feito para nos impedir de obter muitas visualizações nas primeiras 24 horas. os ‘caras’ da minha gabravo dra permitem que as pessoas usem os meus vídeos o tempo todo para promover coisas fracas, mas dizem que não podemos comprar promoções para os meus vídeos. @youtube @youtubemusic está na hora de dizer às pessoas que vocês estão atados com uma gravadora & companhia de gerência!!!! quanto tempo vocês estão jogando o jogo dos números para mentir e fingir para as pessoas que elas estão indo "bem" quando não estão?!?!! Quanto espaço de anúncio esses caras compraram para ser promovidos no meu canal nos últimos 5 anos?!??!!!! #likklemissremixvideo”, desabafou a rapper em uma publicação no Instagram.