Justiça penhora lucros de Perlla por dívida milionária de 2012

Cantora deve quase R$ 3 milhões para um ex-empresário e não pagou nenhuma parte do valor nos últimos 10 anos

A Justiça determinou o bloqueio de todos os direitos autorais e artísticos de Perlla que estejam sob administração da Associação Brasileira de Música e Artes (Abramus). A decisão da juíza Mônica Ribeiro Teixeira foi tomada para sanar a dívida de quase R$ 3 milhões que a cantora tem com a ALCLA Produções Artísticas LTDA, empresa de um de seus ex-empresários, desde 2012. As informações são do Em Off.

Com a ordem, a Abramus terá que informar à Justiça sobre os valores que a cantora receberia e fazer depósitos judiciais, ou seja, redirecionar os valores para uma conta vinculada ao Banco do Brasil da qual o dinheiro será retirado para executar a dívida. O órgão terá que repassar os lucros da artista até que atinjam a soma de R$2.763.391,96.

O processo começou em 2009, quando a produtora acusou Perlla de romper o contrato de 36 meses firmado entre as partes. Ela chegou a acusar a ALCLA de descumprir cláusulas do acordo, mas não conseguiu confirmar as alegações. A ação foi julgada em 2012 e determinou que a artista pagasse uma multa contratual de R$ 400 mil, mas ela não desembolsou nada nos 10 anos que passaram.

Ainda de acordo com a matéria do Em Off, todas as diligências possíveis para conseguir o valor foram feitas. A Justiça chegou a tentar buscar dos bens da cantora, além dos valores, mas todas as tentativas foram frustradas.