Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > diversão & variedades > TV E CELEBRIDADES

Fernando Zor processa ex depois de ser chamado de "pai ausente"

Aline Oliveira lamentou na rede social a ausência do cantor na vida da filha

Fernando Zor, que faz dupla com Sorocaba, acionou judicialmente Aline Oliveira, mãe de sua filha primogênita Kamily, de 18 anos. O sertanejo abriu um processo contra a empresária por danos morais depois de ela ter desabafado publicamente sobre ele ter sido sempre um pai ausente para a filha. Ele conseguiu uma liminar para proibir que Aline mencione o seu nome publicamente ou exponha a relação dele com a filha. Procurada por Quem, Aline confirmou o processo. "Ele entrou com uma ação judicial para me proibir de mencionar qualquer fato sobre nosso relacionamento passado", disse a empresária. Também procurada pela reportagem, a assesssoria de imprensa de Fernando informou que o processo corre em segredo de justiça e, por isso, o cantor não pode se pronunciar sobre o caso.

No início deste mês, Aline falou publicamente sobre a relação do sertanejo com Kamily. Em resposta a um seguidor no Instagram Stories, a empresária lamentou que o cantor seja tão ausente na vida da filha. "Eu vi que ele estava aqui perto e mandei mensagem para ele vir ficar com ela um pouco. Ele me disse que viria no almoço. Avisei que a Kamily iria viajar e acho que ele tinha um compromisso lá mais importante e não mudou o programa do fim de semana. Porém, presente ele nunca foi. Nem quando está perto dela. Ele é responsável com ela, apenas", escreveu Aline, que também foi questionada sobre a relação dela com Fernando e respondeu: "Não existe relação, nem amizade, nem diálogo... Nada! Apenas assunto sobre Kamily".

Leia também

Após a repercussão das declarações da mãe, Kamily, que fez 18 anos em julho, também falou sobre sua relação com o pai. "Eu não queria me manifestar, porque sei o quanto as colocações da minha mãe foram interpretadas e julgadas da pior maneira possível. Já está na hora de contar a minha história e minha visão de tudo isso. Meu pai é um cara muito bom, é minha inspiração em muitos aspectos", começou Kamily.

"Como todos nós, ele tem defeitos e muitos deles afetam diretamente a mim, como ser um pai ausente e pouco atencioso (quem vive isso me entende). Ele sempre foi e sempre será assim, é uma coisa que infelizmente já estou acostumada. Estar acostumada não significa que isso não dói [em mim]. Com mais maturidade, consigo ver que são as dificuldades da minha vida", continuou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas