Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > diversão & variedades > TV E CELEBRIDADES

Bruno Mazzeo fala sobre a importância do legado do pai, Chico Anysio

Em entrevista à New Mag, Bruno Mazzeo falou sobre o legado de Chico Anysio e como isso o influenciou como artista

É comum, filhos de artistas seguirem os passos dos pais. Isso se dá no teatro, na música, na gastronomia e também no humor. E Bruno Mazzeo é um belo exemplo. Filho dos atores Alcione Mazzeo e Chico Anysio (1931-2012), ele cresceu vendo o pai – o maior humorista que este país conheceu – criar alguns dos tipos imortalizados por ele na TV. Sem se intimidar diante de tal magnitude, Bruno construiu com competência e autenticidade seu próprio caminho no segmento. E isso ficou evidente na TV e nos palcos, em humorísticos como “Cilada”, criado por ele, ou na peça “5x Comédia”.

Artigos Relacionados

Bruno tem brilho próprio e mostrará isso mais uma vez a partir desta sexta (1º de março), quando estreia “Gostava mais dos pais”. No palco do Teatro Porto, em São Paulo, ele divide a cena com Lúcio Mauro Filho, outro filhotão de peixe, e, juntos, coroam seus destinos traçados, com a licença de Cazuza (1958-1990), na maternidade. “Em casa, tive a referência muito forte da figura do meu pai”, conta ele por telefone ao New Mag no início da tarde desta sexta-feira. Na conversa, Bruno fala do legado do pai, da construção da própria identidade artística, da relação com a fama, avalia a função do humor na sociedade e, em tempos tecnológicos, é categórico: “O teatro vai resistir”.

Leia a matéria completa em Metrópoles.com

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas