Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > CULTURA

Alagoanos celebram os 50 anos da estreia de Stephen King na literatura

Obra do mestre do terror é responsável por inspirar pelo menos 50 filmes e séries ao longo dessas cinco décadas

Imagem ilustrativa da imagem Alagoanos celebram os 50 anos da estreia de Stephen King na literatura
| Foto: Divulgação

Com adaptações para grandes clássicos do cinema, como ‘It’, ‘Carrie’, ‘O Iluminado’, entre tanto outros, o escritor Stephen King comemora 50 anos de carreira neste mês de março. Aos 76 anos, o mestre da literatura de terror conta com mais de 60 romances publicados, 200 contos e livros de não-ficção. Com milhões e milhões de cópias vendias, o escritor tem fãs espalhados pelos quatro cantos do mundo, que sempre esperam ansiosamente por mais uma obra do mestre.

Em Alagoas, não é diferente. O mestrando em estudos literários, Kim Santiago, já leu uma quantidade considerável da extensa obra do autor e não pretende parar por aí. Ele destaca os personagens do ponto de vista de King e o compara com clássico da literatura nacional.

Leia também

“Para mim, ‘Christine’ é um dos top 5 livros dele porque é atemporal, apesar de ter sido escrito nos anos 1980, ainda pode ser lido como algo bem contemporâneo. Os personagens são bem escritos, onde o coadjuvante Denis invoca um narrador não confiável tal qual Bentinho é em ‘Dom Casmurro’. A ‘Torre Negra’ é uma coletânea surreal do King, que ultrapassa os limites de seus livros, misturando vários gêneros da literatura: ficção científica, fantasia, faroeste, multiversos, criaturas monstruosas e demônios. O que mais quero ler atualmente dele é ‘Holly’ - que é sobre uma detetive que aparece na trilogia ‘Bill Hodges’ e também marca presenças em outras obras. Ele evoluiu bastante a escrita ao longo dos anos e só podemos esperar sempre o melhor”, destaca.

Imagem ilustrativa da imagem Alagoanos celebram os 50 anos da estreia de Stephen King na literatura
| Foto: Divulgação

A estudante de jornalismo, Leide Campos, conta os motivos pelos quais a escrita do autor lhe chama tanta atenção. Ela evidencia aspectos que envolvem ficção e realidade e, sempre que pode, coloca mais um livro do autor na lista dos mais desejados. “Gosto de ler os livros dele porque tem um tempero de realidade que não vejo em nenhuma outra obra. Ele escreve cenários ficcionais que parecem reais, mesmo que absurdos. Quando li ‘Outsider’ foi dessa forma, mesmo contendo partes beirando o tédio da vida real, gostei pelo fato de se aproximar disso. ‘Carrie, a Estranha’ foi o primeiro livro dele que li: sensível e absurdamente ficcional. Mas do jeito que ele escreve, parece real. Um autor, sem dúvidas, incomparável. Quero conhecê-lo um dia. Infelizmente, os livros dele são muito caros, mas sempre que puder, com certeza vou adquirir mais um”, conta a leitora.

Já para a jornalista Rayssa Cavalcante, o tamanho dos livros não são um problema. Do seu ponto de vista, o autor consegue cativar os leitores com detalhes e personagens impactantes, tornando imperceptível os números de páginas. “Eu sou uma pessoa que ama livros, filmes e séries de suspense e terror. Então, as obras de Stephen King sempre me chamaram atenção. O primeiro que eu li foi ‘It - A Coisa’. O tamanho me assustou um pouco de início, afinal, são mais de mil páginas e seria o meu primeiro nesse nível, mas a riqueza de detalhes faz a gente esquecer isso. O King divide o livro em partes, o que deixa tudo melhor. E os personagens são cativantes, assim como as passagens de tempo, mostrando todos como adultos e crianças. Quem lê o livro sempre terá lembranças de poços em casas abandonadas. ‘O Iluminado’ conta com detalhes que impressiona, sendo, talvez, uma das características marcantes de King. É um dos clássicos que marcou os leitores, que jamais esquecerão do personagem sendo possuído pelo hotel. Quem começa a ler Stephen King não para”, enfatiza.

Imagem ilustrativa da imagem Alagoanos celebram os 50 anos da estreia de Stephen King na literatura
| Foto: Divulgação

O autor prolífico é um dos dez mais traduzidos do mundo, que comemora meio século de muito terror e ainda cheio de histórias pra contar. Desde sua estreia com ‘Carrie’, ele nunca parou de encantar o público com obras que se tornaram e continuam se tornando adaptações para o cinema, quadrinhos e TV.

Pelo menos 50 obras do autor já foram adaptadas para as telas e, pelo que se sabe, mais quatro filmes estão em desenvolvimento. Entre os filmes de maior sucesso estão: Carrie, a Estranha; O Iluminado; Christine, o Carro Assassino; Misery (Louca Obsessão); It: A Coisa; 1408; O Nevoeiro; e A Torre Negra.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas