Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > CULTURA

Alagoana Uiliana Lima estreia em novela da Globo; confira entrevista

Atriz e modelo interpreta Morena no remake de "Renascer", nova novela do horário nobre da emissora

Ela nunca havia pensado em ser artista. Mesmo assim, adorava dançar coco de roda na escola e se via com os olhos brilhando diante das cores e da energia das manifestações culturais alagoanas. Aos 29 anos, a atriz Uiliana Lima, que nasceu em Maceió e passou parte da infância em Rio Largo, faz sua estreia na TV aberta no remake de “Renascer”, que chega às telinhas nesta segunda-feira (22), no horário nobre da Globo.

A alagoana vai interpretar Morena na primeira fase da novela. Trata-se de uma das garotas do bordel de Dona Jacutinga, personagem de Fernanda Montenegro na versão original da trama, que desta vez será encarnada por Juliana Paes. Morena é do tipo atenta e tem a língua afiada. Ela vive em harmonia com o marido, Deocleciano, e é como uma segunda mãe para João Pedro, no núcleo de protagonistas.

Leia também

Imagem ilustrativa da imagem Alagoana Uiliana Lima estreia em novela da Globo; confira entrevista
| Foto: WOULTHAMBERG RODRIGUES

Para Uiliana, a estreia na TV aberta chega em um momento de maturidade pessoal. A atriz se formou em Jornalismo pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em 2016, ano em que se mudou para São Paulo e iniciou sua carreira de modelo. Paralelo a isso, estudou artes cênicas, se redescobriu nos palcos, participou de um projeto de desenvolvimento de talentos da própria Rede Globo e já provou sua habilidade no audiovisual na série Chão de Estrelas, parceria do Canal Brasil com a Globoplay. Nos últimos anos, ela tem se destacado no teatro e fez parte do elenco de uma releitura da peça "Agreste", de Newton Moreno, com direção de Duda Maia.

Em entrevista à Gazeta, Uiliana Lima revela suas referências, objetivos e uma relação estreita com Alagoas. O novo talento das telinhas diz querer ver os alagoanos valorizando ainda mais seus próprios artistas e participar desse processo de protagonismo na arte local. Confira a conversa.

GAZETA DE ALAGOAS. Uiliana, nos conta um pouco da sua história? Como você começou a atuar?

Eu sempre amei as artes e as boas histórias. Quando eu era mais nova, não acreditava que poderia ser uma artista, então a vida foi me levando por outros caminhos. Me formei em Jornalismo pela Ufal, em 2016, no mesmo ano me mudei para São Paulo, onde iniciei minha carreira como modelo e, em paralelo, fiz cursos de artes cênicas. Em 2018, participei do projeto Trupe Cena da Rede Globo, que busca desenvolver novos talentos. Ao mesmo tempo, estive na peça “Agreste”. No audiovisual, trabalhei na série Chão de Estrelas, criada pelo Hilton Lacerda e exibida no Canal Brasil e Globoplay. Agora, farei meu primeiro trabalho na TV aberta e também será minha primeira novela.

‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Na primeira versão de Renascer, a personagem Morena foi interpretada por Regina Dourado. Como você se sente ao estrear na telinha com essa responsabilidade?

Renascer foi uma novela que marcou muito a dramaturgia brasileira e percebo que a Morena é uma personagem muito amada por quem assistiu. A Cyria Coentro e a Regina Dourado contaram essa história brilhantemente, preferi assistir o mínimo possível da primeira versão, porque não queria tentar reproduzir o que já foi feito. Acredito que a melhor forma de honrar o trabalho das duas é fazer a minha própria versão da personagem.

Imagem ilustrativa da imagem Alagoana Uiliana Lima estreia em novela da Globo; confira entrevista
| Foto: WOULTHAMBERG RODRIGUES

A Morena tem um papel de segunda mãe do João Pedro, filho da Maria Santa. Como ela é e como você a vê?

Morena tem um lado maternal que transparece quando ainda mora no bordel, principalmente com a chegada da Maria Santa. Esse cuidado se desenrola numa grande amizade depois que as duas se casam com seus maridos e vão morar em fazendas vizinhas. Morena tem uma perda imensurável na trama e, quando Maria Santa parte, deixa um pedaço dela. João Pedro traz um novo sentido de vida para Morena.

‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Você estará na primeira fase e a Ana Cecília Costa assume a personagem depois. Vocês chegaram a conversar sobre a construção da Morena?

Sim, a Ana Cecília sempre esteve muito aberta para a troca, a generosidade dela me fez admirá-la ainda mais. Vimos que estávamos muito alinhadas sobre a percepção da personagem, sobre quem é Morena. E, apesar de termos conversado sobre coisas semelhantes que poderíamos fazer, existe uma diferença natural de uma personagem que vai amadurecer e se transformar ao longo dos anos, assim como é com qualquer pessoa.

‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Você faz questão de dizer que é alagoana onde chega. Como é sua relação com nosso estado?

Eu nasci em Maceió, passei parte da infância em Rio Largo onde tenho familiares vivendo até hoje. O lugar de onde eu vim representa quem eu sou, mas é mais do que isso, sempre reafirmo que sou alagoana porque anseio por nossa gente valorizando o que é nosso. Quero que a gente tenha autoestima pra lutar pela cultura local, pra valorizar nossos artistas, pra entender a importância da cultura e da nossa própria história.

‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Quais são suas referências, seus sonhos? O que podemos esperar?

Eu me inspiro muito nos meus semelhantes, nordestinos, negros, mulheres, sinto que quando leio, ouço ou vejo pessoas que se parecem comigo, de alguma forma entendo mais sobre meu lugar no mundo e me sinto impulsionada a conquistar ainda mais coisas. Hoje, sonho em viver do que amo e com constância, estou lutando por isso, sempre estudando e buscando dar o meu melhor para aproveitar todas as oportunidades que aparecerem.

‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

E como está a expectativa para a estreia e o retorno do público sobre essa supernovela?

A novela está sendo feita com muito amor, toda a equipe e elenco estão se dedicando para que os brasileiros possam se encantar. Eu já acabei de gravar e o que posso dizer é que entreguei o meu melhor para honrar essa história e espero que todos recebam com muito carinho a Morena e a novela Renascer.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤ

As imagens desta reportagem fazem parte de um editorial protagonizado pela atriz, com uma equipe 1 00% alagoana. Uiliana Lima veste peças assinadas por Nathalia Amaral, Tokfino e Foz, além de acessórios do Estúdio Monteferro. Na equipe estão: Woulthamberg Rodrigues (fotógrafo), Betto (assistente de fotografia), Alex Cerqueira (beleza), Ramon Bonifácio (stylist) e Anderson Ferreira (assistente de styling).

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas