Argentina vence México por 2 a 0 e se recupera no Grupo C da Copa

Após primeiro tempo ruim, argentinos se recuperam com golaço de Messi na etapa final

A Argentina se recuperou após estrear com derrota na Copa do Mundo. Neste sábado, os argentinos venceram o México por 2 a 0 para seguir viva em busca do seu terceiro título da competição. Os gols da vitória foram marcados por Lionel Messi e Enzo Fernández.

Com o resultado, a Argentina evita uma eliminação precoce e soma os seus três primeiros pontos, assumindo a segunda colocação do Grupo C. Quem lidera a chave é a Polônia, que com quatro pontos. Já o México agora fica na lanterna, com apenas um ponto somado, atrás da Arábia Saudita, terceira colocada com três pontos.

Desta forma, todas as seleções chegam na última rodada com chances de avançar para as oitavas de final. A última rodada do Grupo C será disputada na próxima quarta-feira, às 16 horas. A Argentina enfrenta a Polônia no Estádio 974. Já o México encara a Arábia Saudita no Lusail.

Primeiro tempo

A primeira etapa foi sem grandes emoções, mas com muita disputa no meio de campo entre os atletas. O duelo foi pegado, recheado de divididas e até algumas faltas duras, o que impediu a criação de oportunidades claras para as duas equipes.

Ambas as seleções construíram as suas melhores oportunidades a partir de cobranças de falta. Aos 33 minutos, Messi cobrou falta lateral na direção do gol e obrigou Ochoa a fazer defesa segura. Mais tarde, aos 44, o México respondeu com a cobrança de Vega, mas o goleiro Martínez fez uma linda defesa ao se esticar e encaixar a bola.

Segundo tempo

Depois da primeira etapa sem gols, o duelo ficou mais aberto na volta do intervalo, mas as equipes ainda tinham dificuldade para finalizar. Aos poucos, porém, a Argentina foi crescendo e se instalando no campo de ataque.

Assim, coube a Lionel Messi chamar a responsabilidade para abrir o placar. Aos 18 minutos, o craque argentino recebeu de Di María na entrada da área e finalizou rasteiro, no cantinho, colocando a Argentina em vantagem.

Depois do gol, o ritmo ficou intenso. O México foi obrigado a se soltar mais para ao menos diminuir o prejuízo e buscar o empate. Por outro lado, a Argentina subia a pressão para aumentar a vantagem e sacramentar a vitória.

Aos 24 minutos, Molina teve a chance de ampliar o placar para os argentinos ao receber livre pelo lado direito da área, mas finalizou sem direção e desperdiçou a oportunidade. Estabelecida no campo de ataque do adversário, a Argentina fechou a vitória aos 41 minutos com um golaço. Enzo Fernández recebeu pelo lado esquerdo, fintou a marcação e bateu com categoria, fora do alcance de Ochoa para anotar o segundo dos argentinos.