Enem 2022: confira a melhor estratégia para organizar o tempo nas provas de matemática e ciências da natureza

Neste domingo (20), candidatos terão cinco horas para responder a 90 questões objetivas; professores dão dicas de como garantir um bom desempenho no exame

A segunda etapa do Exame Nacional o Ensino Médio (Enem) 2022 acontece neste domingo (20). E, desta vez, os participantes terão de responder a 45 questões de matemática e a outras 45 de ciências da natureza (biologia, física e química).

Sem a redação, que foi feita no primeiro domingo, a prova tem meia hora a menos, ou seja, cinco horas de duração. Apesar disso, a estratégia para organizar melhor o tempo é bem semelhante à do primeiro dia, segundo professores ouvidos pelo g1.

Veja abaixo as dicas e, em seguida, o detalhamento de cada uma delas:

  1. Comece pelas mais fáceis
  2. Separe as áreas de conhecimento
  3. Separe as questões não respondidas para depois
  4. E, se der um branco, respire

1- Comece pelas mais fáceis

A orientadora educacional do Colégio Qi, Catarina Vasconcelos, aconselha que o participante comece pelas questões que considerar mais fáceis.

"O aluno deve fazer primeiro as questões que sabe responder, sobre as quais tem certeza. Isso faz com que ele fique mais à vontade. E, assim, vai ter mais tempo ao final para pensar melhor sobre as questões que são mais desafiadoras para ele", diz.

Isso também pode contribuir para uma melhor pontuação, já que o aluno deve conseguir um desempenho melhor baseado nos acertos destas questões.

De acordo com a Teoria de Resposta ao Item (TRI), utilizada para fazer a correção do Enem, se alguém acerta as questões mais difíceis, mas erra aquelas consideradas fáceis, tirará uma nota menor do que o aluno que for mais "coerente" e só errar as complexas. Ou seja, é basicamente um sistema que tenta detectar os "chutes".

2- Separe as áreas de conhecimento

A dica de Pedro Marinho, coordenador do Cursinho Popular de Valinhos, é separar as questões pelas áreas de conhecimento.

"Se tiver mais facilidade com ciências da natureza, por exemplo, o aluno pode começar por esta parte e vai restar mais tempo para a área em que tem mais dificuldade", explica.

Segundo o especialista, esta estratégia vai ajudar na gestão do tempo e na manutenção da confiança do aluno durante a prova.

3 - Separe as questões não respondidas para depois

Identificar com facilidade as questões que ainda não foram respondidas é outra coisa que pode fazer o aluno perder menos tempo, segundo o especialista.

"Faça uma marca nas questões com base no que já percebeu sobre ela. Está em dúvida sobre qual é a resposta certa? Circule para rever depois. A questão é muito difícil e não sabe por onde começar? Marque um 'X'. Quando for voltar para as questões, ficará mais fácil de saber qual é qual", diz Pedro Marinho.

4 - E, se der um branco, respire

Os especialistas também sabem que a ansiedade pode ser inimiga dos alunos nesta hora. Por isso, recomendam que, caso dê um branco durante a prova, pare e respire.

"A prova é longa, com muitas questões. Não é esperado que o aluno faça tudo de uma vez, sem descanso. Então, tudo bem parar, respirar e relaxar um pouco. Isso serve tanto para evitar o branco quanto para contornar caso aconteça durante a prova", diz Marinho.

"Pode parecer impossível, mas o que se deve fazer nessa hora é parar e respirar. Trabalhamos muito isso com os alunos, porque, quando bate o nervosismo, pode mesmo dar um branco. Mas, se o aluno está preparado, é respirar e retomar depois", aconselha Catarina Vasconcelos.