Coluna

Julie Alves

com Dan Nascimento

[email protected]

Ex-apresentador de reality show Benjamin Cano comenta sobre gays apresentarem Big Brother Portugal: "Brasil poderia copiar"

Ele, que apresentou o programa “Les Anges” por 4 temporadas, celebra a conquista da comunidade LGBTQIA+ no país europeu

Julie Alves

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Foto: Sergio Baia

A revelação de quem iria comandar o Big Brother Portugal aconteceu somente neste último domingo (12), na estreia da nova edição da versão portuguesa do reality show, já que a TVI fazia mistério. E a escolha do canal surpreendeu o público: são dois apresentadores declaradamente gays, Cláudio Ramos e Manuel Luís Goucha. 

Benjamin Cano, que apresentou por quatro temporadas a versão francesa do reality “Les Anges”, sendo a última gravada no Brasil, celebra a escolha. 

"Não conheço eles, mas só de saber que são apresentadores assumidamente gays já me enche de esperanças. É uma vitória para a comunidade LGBTQIA+ do mundo todo. O Brasil poderia copiar, já que a vaga de apresentador do Big Brother Brasil está em aberto depois que o Tiago Leifert saiu da emissora. Aliás, vários países poderiam fazer igual Portugal. Precisamos de mais representatividade", disse o apresentador, que mora no Brasil há 11 anos.

Benjamin, que é casado com o francês Louis Plànes, diz que toparia o desafio de apresentar o programa.

"Por que não? Seria uma experiência incrível. Não acredito que iriam me rejeitar ou nenhum outro gay. O que importa é o talento e o carisma. A orientação sexual é bobagem", afirma.

Entre os competidores do Big Brother de Portugal, há também um homem trans negro e um homem cis gay, trazendo diversidade também entre os participantes.

IMG-20210830-WA0070.jpg