Remédio para calvície pode desacelerar progressão da diabetes tipo 1

Estudo australiano reuniu 91 voluntários e constatou que o baricitinibe pode desacelerar o desenvolvimento da diabetes tipo 1

Um medicamento utilizado para calvície e artrite reumatóide também pode desacelerar a progressão da diabetes tipo 1, segundo um estudo realizado pelo Instituto St Vincent, filiado à Universidade de Melbourne, na Austrália.

No Brasil, o baricitinibe é indicado para pacientes com artrite reumatoide, dermatite atópica, quadro grave de Covid-19 e alopecia. Ele é capaz de bloquear duas enzimas que ajudam a transmitir sinais reguladores do sistema imunológico e inflamações.

O estudo, publicado no New England Journal of Medicine na última quarta-feira (6), descobriu que a ingestão diária de 4 mg de baricitinibe pode preservar a produção de insulina, hormônio responsável pelo transporte do açúcar no sangue para as células do corpo. O efeito, porém, só é eficaz quando iniciado até 100 dias após o diagnóstico da doença autoimune que afeta quase 590 mil brasileiros.

Leia a matéria completa em Metrópoles.com

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p