Médica alerta que dores menstruais intensas devem ser investigadas

Médica explica o impacto dos sintomas que antecedem a menstruação na vida das mulheres e faz alerta para doenças

Inchaço, cansaço, dor nas pernas, irritabilidade e cólica são alguns dos sintomas que acompanham a mulher no período que antecede a menstruação. Porém, mesmo com o ciclo menstrual regular, eles também podem ser indicativos para alterações no organismo, principalmente se surgirem com intensidade.

A tensão pré-menstrual (TPM) afeta de 40% a 80% das mulheres, podendo variar de sintomas leves a graves. No entanto, 3% a 10% delas desenvolvem a forma mais grave, de acordo com a médica ginecologista Márcia Mendonça Carneiro, professora da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

A ginecologista reforça a importância da avaliação médica, sobretudo em dores intensas, já que podem indicar doenças como endometriose. “Se as cólicas são persistentes ou se há piora progressiva das mesmas, há necessidade de buscar avaliação e tratamento. Parece surreal, mas ainda é preciso frisar que uma mulher ficar sentindo dor não é normal”, destaca.