Mais de 300 alagoanos marcam aplicação da vacina da Pfizer no primeiro dia de agendamento

Início da vacinação com os imunizantes da Pfizer acontece nesta quinta-feira (6), contemplando gestantes, puérperas e transplantados

Com a chegada da remessa de vacinas da Pfizer, Alagoas começou, nesta terça-feira (4), a realizar o agendamento de gestantes, puérperas e transplantados, que poderão ser imunizadas a partir desta quinta (6), das 8h às 16h. Apenas no primeiro dia, o estado registrou mais de 300 marcações e 1.050 pessoas cadastradas no sistema, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Seguindo no cronograma, as gestantes e puérperas que possuem algum tipo de comorbidade e com idade a partir dos 18 anos; gestantes e puérperas que não apresentem nenhum tipo de comorbidade e tenham mais de 35 anos de idade; e pessoas transplantadas a partir dos 18 anos poderão ser vacinados.

A população que se enquadra neste grupo pode acessar o covid19.saude.al.gov.br/agendavacina, criar uma conta, definir seu usuário e senha. Logo após, a pessoa já está apta para fazer o cadastro e agendamento da aplicação da vacina.

De acordo com o superintendente de Vigilância em Saúde da Sesau, Herbert Charles Barros, serão permitidos, de forma diária, o agendamento de 160 pessoas para as três unidades de vacinação, que são Hospital da Mulher (HM), Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), ambos em Maceió e Central Regional de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Creadi), em Arapiraca.

“Serão imunizadas com esta primeira dose da vacina Pfizer 480 pessoas por dia. Para que este público de imunização seja atingido, é preciso realizar o agendamento no site e esperar a data para vacinação”, destacou.