Dia do Dentista: 55% dos brasileiros não vão regularmente ao profissional

A cavidade bucal exerce um papel fundamental na vida das pessoas, seja por aspectos funcionais, como fala, mastigação e alimentação, ou até mesmo, por questões sociais, como aparência e autoestima. Por isso, a frase: “a saúde começa pela boca” é tão verdadeira.

O Dia do Dentista, comemorado nesta terça-feira (25), reforça a importância de manter os cuidados com a saúde da boca, maior cavidade do corpo humano a ter contato direto com o meio externo. Para a cirurgiã-dentista do Hapvida Interodonto, Vanessa Cardeal, a prevenção é a forma mais simples e indolor de evitar problemas.

Pesquisa aponta que 55% dos brasileiros não vão ao dentista regularmente

De acordo com dados do Ministério da Saúde e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 55% dos brasileiros afirmam não ir ao dentista pelo menos uma vez por ano. As estatísticas preocupam, já que consultar esse especialista regularmente diminui o risco de desenvolver doenças bucais.

“A boca é uma das principais portas de entrada para bactérias e outros microrganismos prejudiciais à saúde. Por isso, uma boa higiene bucal é fundamental em qualquer fase da vida”, destaca a especialista, ao informar que a periodicidade ideal para a consulta com o cirurgião-dentista é de aproximadamente seis meses.

Vanessa ressalta, também, que a maioria das doenças da boca têm relação direta com fumo, o consumo de álcool em excesso e a má alimentação. Ela também elenca as principais patologias que podem ser desencadeadas devido à higiene bucal precária. São elas: halitose (mau hálito), cárie, gengivite e periodontite, caracterizada por uma infecção grave que atinge as gengivas e que pode destruir o osso maxilar.

Dicas e cuidados

A cirurgiã-dentista dá dicas simples, mas úteis, que podem ajudar o paciente a manter a saúde da boca em dia no dia a dia.

A primeira é utilizar o fio dental diariamente. “Para os bebês, os pais podem limpar a gengiva e a língua com gaze embebida em água entre as mamadas. A partir dos primeiros dentes é importante usar escova de dente apropriada e creme dental infantil”, aconselha.

Um cuidado que deve ser reforçado diz respeito à troca e escolha da escova dental. “Devemos evitar escovas muito desgastadas e com cerdas muito duras. Também é recomendado não exagerar na quantidade de creme dental e no uso de enxaguantes bucais, que não devem ser substituídos pela escovação”.

*Com assessoria do Hapvida