Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Volta ao mundo de helicóptero vai custar R$ 250 mil só de combustível

Segundo André Borges de Freitas, ideia é passar por 36 países mais rápido que qualquer outra pessoa


				
					Volta ao mundo de helicóptero vai custar R$ 250 mil só de combustível
Pilotos viajam com helicóptero R66 Turbine para dar volta ao mundo. Reprodução/ Redes Sociais

Um empresário de Criciúma, no Sul de Santa Catarina, que começou nesta semana uma viagem de volta ao mundo de helicóptero, espera gastar R$ 250 mil em combustível até o fim da aventura. Com paradas para abastecimento a cada quatro horas, no máximo, André Borges de Freitas quer terminar a experiência em 100 dias.

A expedição é compartilhada com os seguidores nas redes sociais. Ele viaja junto a um piloto inglês.

Leia também

Ao todo, segundo André, serão 53 mil quilômetros. No sábado (22), a dupla estava na Guiana, ainda na América do Sul. O piloto saiu do Aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna, a cerca de 50 quilômetros de Criciúma, na manhã de terça-feira (18).

"É um projeto bem legal que estamos fazendo. A ideia também é bater o recorde do Guinness Book de volta mais rápida do mundo. Vai ser uma superaventura”, conta na web.

Ao g1, o empresário disse que a ideia é passar por 36 países, entre América, Europa e Ásia, em pouco mais de três meses.

Eles viajam com um helicóptero R66 Turbine. É necessário parar para abastecer a cada três ou quatro horas, segundo o piloto. "Foi colocado um taque extra de 164 litros, o que nos dá uma autonomia de 2h15 a mais", comenta.

Everest

Esse não é o primeiro projeto grandioso de André. Em 2018, o também triatleta foi o primeiro catarinense a alcançar o topo da montanha mais alta do mundo.

Ele concluiu a aventura após escalar os 9 mil metros do Everest, localizado entre a China e o Nepal. Era um sonho de vida, que foi interrompido na primeira vez por causa de um acidente.

Quatro anos antes, em 2014, ele foi surpreendido por uma avalanche gigantesca que causou a morte de 16 pessoas no local. Ele contou que houve um atraso de um dia da sua equipe, por isso, o grupo não estava no local no momento do desmoronamento.

Veja a lista de países no itinerário:

  1. Brasil
  2. Guiana Francesa
  3. Guiana
  4. Granada
  5. Santa Lúcia
  6. São Martinho
  7. Porto Rico
  8. Turcas
  9. Caicos
  10. Bahamas
  11. EUA
  12. Canadá
  13. Groenlândia
  14. Islândia
  15. Ilhas Faro
  16. Reino Unido
  17. Luxemburgo
  18. Áustria
  19. Sérvia
  20. Bulgária
  21. Turquia
  22. Geórgia
  23. Turcomenistão
  24. Uzbequistão
  25. Cazaquistão
  26. Rússia
  27. México
  28. EL Salvador
  29. Costa Rica
  30. Panamá
  31. Colômbia
  32. Equador
  33. Peru
  34. Chile
  35. Argentina
  36. Uruguai

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas

X