Sarto Nogueira é eleito prefeito de Fortaleza

Em vitória apertada, Sarto obteve 51,69% dos votos válidos, derrotando o candidato de Bolsonaro em Fortaleza.

Sarto Nogueira (PDT) é eleito prefeito de Fortaleza em 2020. Com 100% das urnas apuradas, Sarto obteve 51,69% dos votos válidos e derrotou o candidato apoiado por Bolsonaro em Fortaleza, Capitão Wagner, que teve 48,31% dos votos válidos.
Resultado das urnas em Fortaleza nas eleições 2020:
Sarto (PDT), eleito: 668.652 votos (51,69%)
Capitão Wagner (Pros): 624.892 votos (48,31%)
"A minha função é unir Fortaleza, a campanha passou, eleição passou, não se constrói o futuro olhando pelo retrovisor. Meu sentimento, a minha mensagem que foi acolhida pela maioria dos Fortalezenses, é de união, é de reconstruir essa cidade, com pacificação, com tolerância. Estou muito feliz e grato a você Fortalezense", afirmou, na primeira entrevista após ser eleito.
O candidatos derrotado, Capitão Wagner, afirmou em entrevista logo após o resultado das urnas "A oposição no Ceará está mais do que viva".
Sarto fez uma ampla coligação no 1º turno das eleições 2020 e ampliou a aliança no segundo, após atrair os candidatos derrotados. O prefeito eleito teve como principais apoiadores Cid e Ciro Gomes.
Em entrevista no momento da votação, neste domingo (29), Sarto disse que a prioridade de seu mandato será trabalhar para amenizar as crises sanitária e econômica causadas pela pandemia de coronavírus.
Logo que o TSE confirmou a vitória de Sarto, o governador do Ceará e aliado político, Camilo Santana, parabenizou o vitorioso. "Uma vitória da defesa da verdade, do respeito, da paz e do reconhecimento ao trabalho e à enorme disposição para enfrentar os muitos desafios que virão pela frente."
Sarto Nogueira tem 61 anos de idade e é casado com Natália Herculano, futura primeira-dama de Fortaleza.
Histórico político
Sarto Nogueira foi eleito deputado estadual por sete vezes, desde 1994. Antes, em 1988, ele foi eleito vereador de Fortaleza pelo Partido Democrata Cristão (PDC), sendo reeleito em 1992. Na eleição mais recente, em 2018, ele obteve 68.937 votos.
Ele também é médico formado pela Universidade Federal do Ceará e o atual presidente da Assembleia Legislativa do Ceará.
Assim como Roberto Cláudio há oito anos, Sarto foi eleito prefeito de Fortaleza enquanto assumia o cargo de presidente do legislativo estadual.
Campanha eleitoral
Sarto atuou durante toda a campanha com a maior coligação e teve o maior tempo na propaganda eleitoral de rádio e TV. No primeiro turno, ele concentrou críticas principalmente a Capitão Wagner, que aparecia em segundo lugar nas pesquisas e com quem disputou o segundo turno.
Ele também fez crítica à ex-prefeita Luizianne Lins (PT), dizendo que ela teve uma má avaliação quando foi prefeita. No segundo turno, Luizianne não manifestou apoio a Sarto ou Wagner, mas o PT fez coligação com o prefeito eleito.
No segundo turno, os candidatos derrotados declararam apoio a Sarto ou ficarem neutros. Com novos aliados, Sarto expandiu a rede de apoio.
Propostas eleitorais
Entre as propostas eleitorais apresentados por Sarto na campanha estão:
Saúde
O prefeito eleito afirma que "continuar e expandir as políticas dos últimos oito anos, que tem transformado a cidade, aperfeiçoando-as no que for necessário, e propor ações novas e criativas para avançar ainda mais".
Emprego e renda
Sarto prometeu que irá oferecer crédito de até R$ 3 mil a mulheres de baixa renda, por meio do programa "Nossas Guerreiras"; e prometeu a volta do aluguel social para mulheres que necessitam de proteção contra violência doméstica.
Educação
O prefeito eleito afirma em seu programa de governo que vai "continuar e expandir as políticas dos últimos oito anos, que tem transformado a cidade, aperfeiçoando-as no que for necessário, e propor ações novas e criativas para avançar ainda mais".