Quase 30 mil indústrias fecharam no Brasil desde 2013

Entre 2013 e 2019, mais de 28 mil operações (baixa de 8,5%) foram perdidas e 1,4 milhão de postos de trabalho encerrados

A indústria brasileira perdeu 28,6 mil empresas em seis anos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado foi divulgado nesta quarta-feira (21/7) e integra a Pesquisa Industrial Anual (PIA) 2019.

Conforme o estudo, em 2013, o Brasil tinha 334,9 mil indústrias, maior nível da série histórica, iniciada em 2007. O número passou a recuar em 2014. Foram registradas seis quedas anuais seguidas até o montante de empresas encolher para 306,3 mil em 2019, dado mais recente disponível.

Os resultados de 2019, quando comparados com os de 2013, apontam que 28,6 mil operações (baixa de 8,5%) foram perdidas.

De acordo com Synthia Santana, gerente de análise e disseminação de pesquisas estruturais do IBGE, um dos motivos disso é a crise econômica enfrentada pelo país em 2015 e 2016. Durante a recessão, muitas empresas buscaram diminuir custos logísticos e diminuíram suas plantas produtivas.

“Existem fatores conjunturais e estratégicos. Muitas vezes, há uma estratégia de reorganização das empresas para baratear custos. Outro aspecto é o fechamento em razão da crise”, explica .

A pesquisa sinaliza também que em 2019 o setor industrial empregava 7,6 milhões de pessoas. Desde 2013, o contingente ficou 15,6% menor. O resultado mostra uma perda de 1,4 milhão de postos de trabalho no período.