Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > BRASIL

Professora de 43 anos ganha mais com vídeo para adultos do que na sala

Rosana dos Reis Abrantes, 43 anos, é concursada no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes)


				
					Professora de 43 anos ganha mais com vídeo para adultos do que na sala
Professora do ES que faz ensaio sensual no OnlyFans é denunciada por pais de alunos do Instituto Federal. Reprodução/Instagram

A professora de Biologia do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), Rosana dos Reis Abrantes, 43 anos, denunciada por pais de alunos por fazer fotos e vídeos sensuais nas redes sociais em junho de 2023, disse ao g1, quase um ano após a polêmica, que o ganho mensal com a produção de fotos e vídeos em plataformas de conteúdos adultos é quase o dobro do que recebe por dar aulas. A docente é concursada e tem mestrado e doutorado na área de Biologia Animal.

"Por mês, eu consigo R$ 20 mil somente no Privacy, que é uma plataforma brasileira. Eu não tenho tempo de me dedicar a novos conteúdos e interagir com as pessoas, então faço apenas dois vídeos por mês, com cerca de sete minutos cada um deles", disse a professora.

Leia também

Em julho de 2023, a docente foi punida pelo Comitê de Ética da instituição para retirar o conteúdo sensual das plataformas abertas, como o Instagram e o Twitter (hoje chamado de X), e também a não usar o nome "professora" nas páginas.

"As imagens anexadas às denúncias 1 e 2 enviadas à essa Comissão sugerem que a denunciada pode ter adotado conduta não coerente com o Código de Ética Profissional do Servidor Público ao publicar fotos, em suas redes sociais “abertas”, cujo conteúdo pode ser entendido como inadequado”, informou trecho da decisão.

Na época, Rosane se pronunciou sobre o assunto e disse ao g1 que a recomendação dada pela comissão era uma forma de punição mais "branda".

Ganhos ultrapassam o salário como professora concursada

Rosana dos Reis Abrante é professora concursada do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), onde leciona para alunos do 3º ano do ensino médio e em turmas do ensino superior.

A docente disse que começou a fazer conteúdo adulto em agosto de 2022, após fazer um ensaio sensual com um jaleco. Segundo ela, a inspiração foi de alguns professores que produziam esse conteúdo fora do Brasil e conseguiam sucesso por atender um nicho específico.

"Eu tinha cerca de 1 mil seguidores. Hoje, eu tenho quase 160 mil. Como não tenho muito tempo para me dedicar, posto apenas duas vezes por mês. Apesar disso, fico sempre em evidência, estou sempre entre os dez perfis mais acessados do Brasil", disse a professora.

Ainda de acordo com Rosane, ela nunca teve problema com os estudantes em sala de aula devido ao fato de ter esses perfis. Ela também disse que mantém uma postura estritamente profissional com os alunos.

"Nunca ouvi uma gracinha. Todos meus alunos são sempre muito respeitosos e educados. Pelas costas, o que eles falam, não sei. Na época da denúncia, eles me defenderam muito, inclusive", comentou.

Crise da meia-idade

Estabilizada como professora, mãe de duas filhas e casada há 22 anos, Rosane comentou ainda que nunca se imaginou fazendo conteúdo adulto antes.

"Chega uma hora que dá uma crise da meia-idade, não sei explicar direito. Comecei a fazer e gostei. Me sinto atraente, bonita. Jamais imaginava fazer esses conteúdos, ainda mais já sendo professora, concursada, estudada. Mas foi uma surpresa para mim. Vejo que o pessoal gosta muito, elogia tanto e não estou fazendo nada errado", comentou.

Segundo a docente, o público que compra o conteúdo dela é formado, majoritariamente, por homens, mas de idades variadas.

"Eu não tenho tempo pra conversar com as pessoas, mas percebo que há jovens de vinte e pouco anos e também homens mais maduros", comentou.

A professora contou ainda que, apesar de ser conteúdo adulto, não há nudez explícita em suas postagens.

"Eu acho que eles gostam muito da provocação. Eu fico com a roupa mais social, arrumada, de óculos, cara mais séria. E aí mostro um decote, um peça íntima... Eles gostam justamente dessa provocação", comentou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas