Primo é suspeito pelo desparecimento de menina de 4 anos no RJ

Família diz que ele teria confessado que a matou; polícia não confirma a morte e buscas continuam

Um primo de Kemilly Hadassa Silva, de 4 anos, foi ouvido pela polícia como suspeito pelo desparecimento da menina em Nova Iguaçu (RJ).

Kemilly está desaparecida desde a última sexta-feira (8). Ela foi vista pela última vez dormindo com os irmãos em um quarto na casa de uma tia.

O suspeito é primo de segundo grau da menina. À CNN, uma prima de Kemilly disse, neste domingo (10), que ele teria confessado que abusou e matou a criança. A informação não é confirmada pela Polícia Civil.

O corpo de Kemilly ainda não foi encontrado. As buscas continuam.

À reportagem, a parente de Kemilly confirmou que o desaparecimento ocorreu após a mãe da criança sair durante a madrugada. Após alimentar os filhos, ela deixou a irmã, tia da menina, como responsável pelas crianças.

Kemilly foi vista pela última vez em um quarto na casa da tia enquanto dormia, ao lado de outros dois irmãos.

Procurada pela CNN, a Polícia Civil informou que a investigação está em andamento no Setor de Descoberta de Paradeiros da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), e que o suspeito foi encaminhado à 56ª DP (Comendador Soares), onde ele e outras testemunhas serão ouvidos.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p