Menino de 12 anos memoriza bandeiras dos 196 países e bomba nas redes

No isolamento da pandemia, Lukas Gabriel Máximo Domingos, de 12 anos, descobriu o fascínio pelo mapa múndi. De casa, o menino "rodou o mundo" e aprendeu o nome dos 196 países, além de identificar as bandeiras e territórios.

Ao g1, a mãe, Tatiane Máximo Alves, contou que a paixão do filho pelas bandeiras começou quando, na casa onde moram em Maringá, no norte do Paraná, ele a convidava para brincar de adivinhar as bandeiras.

“Em alguns momentos ele me chamava para brincar de falar o nome dos países e eu aceitava. Achei super interessante, pois não era algo tão comum assim para uma criança saber com facilidade, e o Lukas mostra isso”, explicou Tatiane.

Com um aplicativo no celular, a criança consegue identificar localidades não tão conhecidas, como Tajiquistão,na Ásia Central. O menino também sabe contar curiosidades, por exemplo, da Espanha, Catar e até mesmo da Transilvânia - uma região romena.

“Eu acompanhei alguns conteúdos da internet e comecei a me interessar mais pelas curiosidade dos países. Eu sei o nome dos 196 países e algumas curiosidades de alguns deles, como a economia, cultura, população e extensão territorial”, contou Lukas.

Copa do mundo

Nas redes sociais, os vídeos de Lukas têm mais de um milhão de visualizações. Diariamente ele compartilha curiosidades dos países que estão participando da Copa do Mundo de 2022 do Catar.

Sabendo que o país asiático do Catar iria sediar o mundial, o menino pesquisou até mesmo o Produto Interno Bruto (PIB) do país.

"Aproveitei o momento para me aprofundar mais em alguns destaques dos 32 países participantes da Copa do Mundo", explicou.

Além das bandeiras

A memorização de Lukas não se limita às bandeiras e aos mapas: o jovem tem paixão por cálculos e idiomas. Apesar da timidez, o menino não esconde o fascínio pelas línguas.

“Eu gosto de me aventurar e aprender outras línguas. Sempre pesquiso por idiomas diferentes que não são tão explorados e incluo nas atividades que faço”, relatou.

Para incentivar ainda mais o interesse do menino, Tatiana matriculou Lukas em uma escola de crianças e adolescentes com super habilidades.

“Ele participa de um grupo de crianças com altas habilidades e desenvolve atividades voltadas ao conhecimento gerais, desde matemática, com raciocínios lógicos, à ciência da natureza”, contou.

Reconhecimento

Lukas estuda no Colégio da Polícia Militar, em Maringá, e ficou conhecido como menino prodígio. O aluno já recebeu diploma de honra ao mérito por obter notas máximas nas disciplinas.

Além disso, o jovem conquistou menção honrosa na primeira participação nas Olimpíadas de Matemática, com bom desempenho na avaliação.

“Ele orgulha muito toda a família pela dedicação e desempenho nas atividades que desenvolve em sala de aula. É um orgulho muito grande”, afirma a mãe.

O sonho de conhecer Budapeste

Apesar da pouca idade, Lukas já tem projetos para o futuro e pensa em investir na carreira de geógrafo ou programador.

“Eu sempre quis criar jogos voltados a países e continentes para mostrar coisas que muitas pessoas ainda não sabem. Então, é uma oportunidade para descobrir mais de novos lugares”, afirmou.

Com a vocação nos conhecimentos da geografia mundial, o estudante ainda sonha em conhecer países do continente europeu, em especial a Hungria.

“Eu vejo pelas fotos que têm na internet e tenho um sonho tão grande em conhecer a capital Budapeste. É muito lindo por lá."