Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Governo de SP afirma que não haverá reajuste no transporte público

Último reajuste ocorreu em 1º de janeiro de 2020

Em nota conjunta, a prefeitura de São Paulo e o governo paulista informaram hoje (29) que não vão aumentar os preços das passagens de metrô, ônibus municipais e dos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) que circulam na capital paulista.

Segundo a nota, as tarifas unitárias continuarão custando R$ 4,40, em virtude "da crise econômica e sanitária vivida pelas famílias, causada pela pandemia da covid-19."

Leia também

O último reajuste nos preços das tarifas de transporte público na cidade de São Paulo ocorreu no dia 1º de janeiro deste ano.

Fim da gratuidade

Na semana passada, prefeitura e governo anunciaram a retirada da gratuidade nas tarifas do transporte público para idosos com idades entre 60 e 65 anos. A medida já passa a valer a partir do dia 1o de janeiro e vale também para os ônibus intermunicipais da Grande São Paulo.

Com isso, só não pagarão tarifas no transporte público de São Paulo as pessoas que tenham acima de 65 anos, que têm a gratuidade garantida por lei federal.

A retirada da gratuidade para idosos com menos de 65 anos foi muito criticada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Segundo Rafael Calábria, especialista de mobilidade urbana do Idec e membro do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito de São Paulo (CMTT), a medida deve provocar perda de usuários do transporte público e trará um sério impacto social.

"Vivemos um momento de grave crise econômica e sanitária, com alta taxa de desemprego, aumento do valor de itens da cesta básica. Imagina o impacto que essa mudança terá na vida de um idoso da periferia. É muita irresponsabilidade", disse ele na ocasião.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X