Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > BRASIL

Estudante de Maceió pede reconhecimento de união com padre de MG

Ele denunciou que viveu um relacionamento abusivo e que era obrigado a participar de orgias com religioso


				
					Estudante de Maceió pede reconhecimento de união com padre de MG
Estudante de Maceió pede reconhecimento de união com padre de MG. Reprodução/Redes Sociais

Um estudante de Biomedicina, que morava em Maceió-AL, utilizou as redes sociais para denunciar que viveu um relacionamento abusivo com um padre do município de Itumirim, em Minas Gerais. Fernando Leão acionou a Justiça, no último sábado (8), para pedir o reconhecimento de união estável com o religioso.

A denúncia dá conta de que Fernando foi coagido pelo padre Samuel Carvalho Detomi a participar de orgias realizadas dentro do templo religioso e da casa paroquial.

Leia também

"Para quem não sabe, eu vivi um relacionamento abusivo, narcisista, agressivo, que me submeteu a fazer coisas fora do meu patamar (me envolvi com um padre), onde me fez passar por humilhações, ofensas e agressão psicológica, além disso, eu tinha que acertar os desejos obscuros por orgias, surubas, sem o meu consentimento. Dentro da Igreja, dentro da casa paroquial. Tudo contra o direito de diáconos, contra a Igreja Católica. Enganando fiéis", disparou Fernando Leão, em suas redes sociais.

No perfil do Instagram, o estudante publicou a denúncia que encaminhou à Diocese de São João Del Rei, em Minas Gerais. Na imagem, o estudante afirma que possui uma série de provas contra o padre.


				
					Estudante de Maceió pede reconhecimento de união com padre de MG
Estudante de Maceió pede reconhecimento de união com padre de MG. Reprodução

"Comunico e, ao mesmo tempo, denuncio as ações e atos do padre Samuel Carvalho Detomi, atos e ações que vão contra a lei da Igreja Católica. Além disso, informo aos seus superiores que eu sou ex-companheiro amoroso do pároco. Tenho provas o suficiente para comprovar meu vínculo com ele, estou disposto a expor a minha história e levar a público. Diante de adversos desacordos, ofensas e humilhações. Além disso, tenho provas de tudo: fotos, vídeos, além de conversas obscuras. Irei encaminhar tudo ao tribunal eclesiástico para que sejam tomadas as devidas providências", revela Leão em documento postado em suas redes.

A denúncia de Fernando Leão chegou ao alto escalão da Igreja Católica de Minas Gerais. O bispo de São João Del-Rei, Dom José Eudes Campos do Nascimento, emitiu um comunicado em que afirma que o padre Samuel foi afastado para que sejam realizadas as devidas investigações sobre a denúncia.

"Decreto o afastamento do exercício do Ministério Sacerdotal Ad Cautelam, do Revmo. Pe. Samuel Carvalho Detomi [...] Porquanto o referido clérigo está destituído de seu ofício de Pároco da Paróquia de São Sebastião, no Distrito de Macuco de Minas, na Cidade de Itumirim-MG [...] Em vista das providências cabíveis a serem tomadas no âmbito do Direito Canônico, esse decreto é por tempo indeterminado ou enquanto não mandarmos o contrário", diz o documento emitido pelo bispo Dom José Eudes Campos do Nascimento.

O bispo diocesano de São João del-Rei emitiu uma nota a toda a Diocese, juntamente com o decreto de afastamento do exercício ministerial sacerdotal do padre Samuel Carvalho Detomi. Veja:

Aos fiéis da Paróquia de São Sebastião do Macuco de Minas e de toda Diocese de São João del Rei

O Exmo. e Revmo. Dom José Eudes Campos do Nascimento, Bispo Diocesano de São João del Rei, no exercício do seu ministério, como Pastor Próprio desta Igreja Particular, que lhe foi confiada pelo Romano Pontífice, considerando a disposição do cânon 1395 §2, do Código de Direito Canônico, após profundo diálogo com o Revmo. Pe. Samuel Carvalho Detomi e de comum acordo com o referido padre, DECRETOU, neste dia 13 de maio de 2024, o AFASTAMENTO DO EXERCÍCIO DO MINISTÉRIO SACERDOTAL “AD CAUTELAM” do supracitado sacerdote.

Isso se deu pela divulgação de material, veiculado nas mídias digitais, com conteúdo de denúncia em desfavor do referido sacerdote. Esse procedimento, apesar de muito doloroso, é necessário para que se possa alcançar o profundo e coerente discernimento diante das implicações práticas devidas às normas do Direito Canônico.

Aos fiéis da Paróquia de São Sebastião do Macuco de Minas, no distrito de Itumirim-MG, o Sr. Bispo assegurar-lhe-ás o devido atendimento espiritual e pastoral, sem deixar que se perca a alegria vibrante da recente criada paróquia.

Como o salmista, nós queremos suplicar ao Bom Deus: “nas tribulações, inclina os teus ouvidos a meu clamor” (Sl 102,2). E inspirados ainda nas palavras do Apóstolo Paulo: “Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração (Rm 12,12). Portanto, sejamos impávidos, pela fé, para que o justo juiz nos faça participantes de sua glória, pela misericórdia."

*com Revista Fórum

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas