"Dia triste para os negacionistas", ironiza Maia, após anúncio do Butantan

O instituto, ligado ao governo de São Paulo, registrou 78% de eficácia da Coronavac nos testes clínicos feitos no Brasil

Após o governo de São Paulo anunciar que a Coronavac registrou 78% de eficácia nos testes clínicos feitos no Brasil, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou, nesta quinta-feira (7/1), que se tratava de uma "vitória da Ciência com C maiúsculo" e ironizou: "Dia triste para os negacionistas".
A Coronavac é a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan. Esse índice de 78% significa que a cada 100 pessoas vacinadas, ao menos 78 ficam protegidas contra a Covid-19. A vacina assegura 100% de proteção contra mortes, casos graves e internações em infectados pela doença.
"Vitória da Ciência com C maiúsculo. Dia triste para os negacionistas. A vacina é o nosso passaporte para retomar a vida normal, salvar vidas e fazer a economia voltar a crescer", disse Maia.
Nos últimos meses, o parlamentar vinha criticando o governo Bolsonaro e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por causa da politização em relação à vacina contra a Covid-19 e, consequentemente, cobrando celeridade na autorização das vacinas como medida para salvar vidas e retomar a economia.
O Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo, disse também que vai encaminhar formalmente, na tarde desta quinta-feira (7/1), à Anvisa o pedido de aprovação do uso emergencial da Coronavac. Doria anunciou que inicia a campanha de vacina em São Paulo no próximo dia 25 de janeiro.
Nos últimos meses, essa vacina tem sido alvo de disputa política entre o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), aliado de Maia, e o presidente Jair Bolsonaro.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p