Curado da Covid-19, médico quer voltar a atender no combate ao coronavírus

Gustavo Boher atende na rede pública de Caraguatatuba e ficou internado com o vírus

Curado da Covid-19, um médico de Caraguatatuba quer retornar à linha de frente do combate ao coronavírus. Ele cumpre quarentena após ter sido infectado pelo vírus e espera retomar os atendimentos na próxima semana.
"Os pacientes precisam de nós como nunca. Eu não vejo a hora de voltar [a atender]. Estou esperando o momento seguro e vou voltar. É onde eu quero estar", disse.
Gustavo Boher atende na rede pública da cidade e fez um alerta às pessoas pedindo atenção aos sintomas e reforço do isolamento. Ele é um dos doze profissionais da saúde já afastados do atendimento por causa da doença.
O médico conta que atendia na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) quando começou a sentir falta de ar e suspeitou da doença. Da falta de ar, foram poucas horas até a evolução que o levou à internação.
"É uma falta de ar desesperadora. Você não consegue ver solução e a sensação é de morte. Foi muito rápido até que precisasse de intervenção. E achei que poderia terminar da pior forma", conta.
Apesar da evolução, ele explica que respondeu ao tratamento e conseguiu se recuperar. Gustavo teve alta na última semana e continua isolado em casa.
Ele lembra que um dos momentos mais difíceis é a distância da família que, desde o início da pandemia, vem vivendo separado dele.
"A gente sabe da nossa necessidade de estar na linha de frente e eu quero estar lá ajudando, mas há o receio com quem a gente ama e que está se protegendo aqui. Passar por isso longe, é difícil".
O médico faz o alerta à população de que fique atenta aos cuidados das organizações de saúde e com as medidas de isolamento. "Respeitar essas medidas é pensar no outro. Pensar em nós que estamos na linha de frente por eles".
Segundo a Prefeitura de Caraguatatuba, a cidade tem cinco médicos afastados por estarem infectados pelo Covid-19 - dois deles ainda seguem internados. Ao todo, são 22 casos com duas mortes em Caraguatatuba.
Gustavo está curado, mas se recupera em casa e deve voltar ao atendimento na próxima semana.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p