Bandidos levaram R$ 80 milhões em roubo de Criciúma, diz polícia

PF apura um possível crime de lavagem do dinheiro roubado

O delegado da Polícia Civil de Santa Catarina Anselmo Cruz estima que os criminosos que assaltaram duas agências do Banco do Brasil no centro de Criciúma (SC) na semana passada levaram cerca de R$ 80 milhões. Ao todo, a polícia diz ter recuperado com os 12 suspeitos detidos até o momento cerca de R$ 1 milhão. 
"Em torno de R$ 80 milhões que foi subtraído, mas ainda assim existe conferência sendo feita e refeita porque houve muito dinheiro danificado, espalhado, tinha dinheiro pelo prédio todo por causa das explosões", explicou ele em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, exibida ontem.
O assalto provocou terror na cidade na madrugada da última terça-feira (1). Além de rajadas de tiros, os criminosos fizeram barricadas com carros, espalharam explosivos e usaram reféns como escudo para evitar a aproximação de policiais. 
"General" do PCC está entre presos O colunista do UOL Josmar Jozino mostrou que Márcio Geraldo Alves Ferreira, 34 anos, o Buda, um dos generais do PCC (Primeiro Comando da Capital), foi preso pela polícia do Rio Grande do Sul por suposta participação no crime. A prisão dele em Gramado (RS) foi o primeiro elo revelado entre a operação da quadrilha em Santa Catarina e a facção criminosa originada em São Paulo. Segundo a Polícia Civil de São Paulo.