Aeroporto de Congonhas é o mais estressante do Brasil

O guia de viagens analisou comentários feitos nas páginas em mais de 500 aeroportos no Google em todo o mundo

O aeroporto de Congonhas, em São Paulo, é o mais estressante do Brasil, e o terceiro com mais críticas na América do Sul, segundo ranking feito pelo site HawaiiIslands.


O guia de viagens analisou comentários feitos nas páginas em mais de 500 aeroportos no Google em todo o mundo, e verificou quantos deles refletiam situações de estresse. Em Congonhas, 49,07% das resenhas indicavam momentos assim.


Na América do Sul, o aeroporto Gustavo Rojas, em uma ilha colombiana do Caribe, foi eleito o mais estressante, com 59,36% de críticas, seguido pelo Jorge Chávez, nos arredores de Lima, Peru (49,27%).


A lista dos piores da região tem o Aeroparque de Buenos Aires em 4º, Guarulhos em 5º e Ezeiza, na Argentina, em 6º. Outros terminais brasileiros aparecem no ranking: Guararapes (Recife) em 8º, Salgado Filho (Porto Alegre) em 12º e Santos Dumont (Rio) em 16º.


No ranking global, 9 dos 10 aeroportos com mais críticas ruins ficam na Europa. O pior foi o de Manchester, no Reino Unido, com 82% de resenhas relatando estresse. Em segundo na lista global está o aeroporto Heraklion, na Grécia, seguido por Stansted, em Londres.


O último verão europeu, no meio deste ano, foi marcado por crises nos aeroportos. Com a falta de funcionários e greves, ocorreram muitos problemas nos terminais, como atrasos, cancelamentos de voos e extravio de bagagens. Em meio ao caos aéreo europeu, a companhia Delta Airlines foi forçada a colocar mil malas em um avião e levá-las de Londres para Detroit, nos Estados Unidos, sem nenhum passageiro a bordo.


A página do aeroporto de Congonhas no Google Maps tem 32 mil comentários, e média de nota 4,4 (numa escala de 5).


"Excelente localização, porém o acesso pode ser delicado por causa do trânsito. As instalações são pequenas para tantos passageiros. Os restaurantes, lanchonetes são muito movimentados e lotados. Mas tem o seu charme e praticidade", comentou Sebastião Cardoso, três meses atrás.


"Aeroporto horrível, um transtorno para pegar Uber, todo lugar é proibido parar. Banheiros sujos igual de rodoviária", reclamou Rodrigo Souza, há sete meses.


"Não há muitas opções de comida. Infelizmente as que há são caríssimas. 60 reais em 1 pedaço de pizza", desabafou Victor Hugo, há 8 meses.
"Fomos muito bem atendidos e orientados. O aeroporto ficou pequeno para a quantidade de pessoas que o utilizam, estava muito cheio e todos aglomerados", questionou Karla Santos, também há oito meses.


Aberto em 1936, Congonhas foi o quarto aeroporto do Brasil com mais decolagens domésticas em 2021, segundo dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Administrado pela Infraero, ele foi concedido em agosto para a espanhola Aena, que assumirá o terminal a partir de 2023.


Em 9 de outubro, Congonhas teve um dia de caos depois que um jatinho se acidentou na pista e levou horas para ser removido. A demora gerou uma série de atrasos em cascata, que afetou parte da malha aérea nacional, dado o grande número de conexões que passam por São Paulo.


INFRAERO DIZ QUE TERMINAL RECEBEU MELHORIAS


Procurada pela reportagem para comentar a posição de Congonhas no ranking, a Infraero apontou que o local recebeu melhorias nos últimos anos, como a instalação de biometria facial para agilizar a identificação dos passageiros, a ampliação da área de embarque, nova iluminação, troca do piso do saguão e reforma na fachada.


"Está em fase de conclusão um projeto, em conjunto com SPTrans e CET, de sinalização das áreas de embarque e desembarque por transporte de aplicativos que irá facilitar o transporte dos passageiros", disse a estatal.


Sobre os preços dos alimentos, a Infraero afirmou que "os preços dos serviços estão alinhados com o mercado da cidade de São Paulo, inclusive com os praticados em shopping centers em um raio de 10 km do aeroporto. Além disso, há restaurantes e lanchonetes com preços populares."


*
Aeroportos mais estressantes da América do Sul


Ranking analisou comentários feitos no Google


Posição - Aeroporto - País - % de comentários estressados
1 - Gustavo Rojas Pinilla (San Andrés) - Colômbia - 59,36
2 - Lima - Jorge Chávez - Peru - 49,27
3 - São Paulo - Congonhas - Brasil - 49,07
4 - Buenos Aires - Aeroparque - Argentina - 46,38
5 - São Paulo - Guarulhos - Brasil - 45,88
6 - Rio de Janeiro - Galeão - Brasil - 45,72
7 - Buenos Aires - Ezeiza - Argentina - 44,01
8 - Recife - Guararapes - Brasil - 43,80
9 - Santiago - Arturo Benítez - Chile - 42,79
10 - Rivera - Uruguai - 39,66
Fonte: site hawaiianislands.com

Aeroportos mais estressantes do mundo
Ranking analisou comentários feitos no Google
Posição - Aeroporto - País - % de comentários estressados
1 - Manchester - Reino Unido - 82,47
2 - Heraklion - Grécia - 82,12
3 - Londres Stansted - Reino Unido - 77,5
4 - Toronto Pearson - Canadá - 76
5 - Bordeaux Mérignac - França - 75,14
6 - Luton - Reino Unido - 73,38
7 - Beauvis Tillé - França - 73,26
8 - Berlin Brandenburg - Alemanha - 73,12
9 - Bruxelas South Charleroi - Bélgica - 72,79
10 - Bristol - Reino Unido - 72,22
Fonte: hawaiianislands.com