Artigo | Nathalia Mouzinho

Saúde mental e os impactos psicológicos acusados e potencializados pela pandemia

Psicoterapia é um excelente instrumento para que os indivíduos mudem sua perspectiva de enxergar os problemas causados pelo período

Nathalia Mouzinho

Psicóloga Clínica e Hospitalar, especialista em avaliação neuropsicológica

A pandemia causada pela Covid-19 trouxe inúmeras consequências para todos os indivíduos, impactando significativamente a saúde mental. Foi possível observar que os indivíduos que foram acometidos pelo vírus tiveram que lidar com sintomas e sequelas da doença, acarretando medo e anseios diante dos agravos enfrentados.

O distanciamento, isolamento e problemas de natureza econômica e social provocaram emoções e comportamentos nunca antes vivenciados por muitas pessoas. A solidão aliada à dúvida e medo constante de se contagiar com o coronavírus prejudicaram ainda mais essas emoções, desenvolvendo crises de ansiedade e depressão em pessoas que nunca apresentaram algum distúrbio e agravando os casos já diagnosticados antes da pandemia.

A repercussão psicológica em indivíduos que perderam entes e amigos queridos também foi significativa. Além do luto diante da perda, as cerimônias de sepultamento que normalmente proporcionavam maior conforto e suporte emocional tiveram que ser restritas e rápidas, ocasionando maior abalo emocional.

Neste cenário, durante minha atuação no ambiente hospitalar, além de lidar com as repercussões psicológicas de pacientes e familiares que tiveram o diagnóstico de Covid-19, atendi inúmeras pessoas que deram entrada na emergência com crises de ansiedade intensas e sintomas físicos notórios, pois acreditavam estar com a doença, embora os exames clínicos mostrassem o contrário.

Gostaria de ressaltar que muitas pessoas ainda minimizam a importância da saúde mental em suas vidas, deixando de lado suas emoções e pensamentos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta que o conceito de saúde é bem mais abrangente que a simples ausência de doença; é um completo estado de bem-estar físico, mental e social e, dessa forma, merece atenção em todas as suas vertentes. Assim como a física, a saúde mental é uma parte integrante e complementar à manutenção das funções orgânicas. No entanto, é preciso se ter em mente que o bem-estar psicológico é fruto do equilíbrio emocional, que faz com que nossa vida tenha sentido e nos fortalece perante os desafios encontrados no cotidiano. Neste contexto, é essencial não minimizar as consequências psicológicas que a pandemia causou e seu impacto na vida das pessoas futuramente. Isto evidencia a necessidade de as pessoas procurarem auxílio psicológico clínico e terapêutico, a fim de reduzir o sofrimento mental.

Diante do que foi exposto, é preciso que todos nós exerçamos uma reflexão sobre as nossas emoções e comportamentos, a fim de entender os aspectos que influenciam a saúde mental e a possibilidade de sofrimento psicológico, para que possamos procurar ajuda profissional especializada quando necessário. E caso você possua conhecimento de algum amigo ou familiar que apresente este tipo de sofrimento e não consegue lidar com esta situação, sugira que o mesmo também procure auxílio.

Há de se salientar que os profissionais de saúde da linha de frente são os mais vulneráveis, pois estão expostos a longos períodos de situações geradoras de ansiedade, estresse e medo. Neste cenário desconhecido da doença e os agravos mentais acarretados pela pandemia, é importante que se garanta para a população ações em saúde mental com o objetivo de diminuir o sofrimento psicológico.

Durante as sessões de terapia é realizada uma escuta humana e solidária que envolve a intersecção entre o conhecimento do profissional e a vivência dos seus pacientes, influenciando positivamente a busca por soluções eficientes para os problemas enfrentados. Com isso, o profissional efetua uma investigação profunda dos medos e anseios apresentados pelos pacientes, contribuindo com o enfrentamento e reduzindo o sofrimento mental, propiciando ainda a minimização dos sintomas físicos gerados pelos transtornos de ansiedade e pânico.

A Psicoterapia é um excelente instrumento para que os indivíduos mudem sua perspectiva de enxergar os problemas causados pela pandemia, valorizando seus próprios potenciais de enfrentamento, e vislumbrando novas alternativas que possam lhe trazer bem-estar psicológico. Não tenha receio em pedir ajuda. Em meio a pensamentos negativos e momentos de angústia, nós profissionais psicólogos clínicos estamos preparados e capacitados para lhe acolher e não deixar que você enfrente o sofrimento de maneira isolada.