Artigo |

Faça do rótulo dos alimentos um aliado para a sua saúde

Nutricionista Júlia Fernandes mostra que a leitura dos rótulos pode garantir uma alimentação mais saudável e evitar que você caia em “armadilhas".

Quantas vezes você já se deparou com alguém lendo o rótulo de um alimento, antes de colocá-lo no carrinho de compras? Poucas, não é verdade? Mas saiba que a leitura dos rótulos de qualquer embalagem é fundamental para que você entenda o que está comprando e o que irá consumir. Apesar de parecer algo simples, a maioria das pessoas não está atenta na hora da compra e, por muitas vezes, faz escolhas alimentares que não contribuem com a sua saúde, escolhendo alimentos ricos em açúcares, farinhas refinadas, conservantes, corantes, entre outros elementos que nem sempre fazem bem ou atendem às suas necessidades nutricionais.

Para entender o que de fato você está comprando é preciso aprender a ler a tabela nutricional e a lista de ingredientes. Em princípio, o que você precisa entender sobre esses dois pontos?

A tabela nutricional informa ao consumidor sobre a composição do alimento e a quantidade de nutrientes que ele contém. Observe sempre, logo na primeira linha da tabela, a qual porção os valores se referem. Na maior parte das vezes a tabela representa valores de apenas uma parte do conteúdo da embalagem. Num pacote de biscoitos, por exemplo, é comum a tabela se referir a uma porção de três unidades do biscoito e não do pacote inteiro.

Em seguida, fique de olho nos principais nutrientes, onde normalmente encontramos: carboidratos, proteínas, gorduras totais (soma de todos os tipos de gorduras presentes no alimento: saturada, insaturada, poli-insaturada e trans). A gordura saturada é encontrada em alimentos como carnes, leite e derivados, e óleos de origem vegetal. Já a gordura trans deve ter seu consumo reduzido, pois eleva o risco de problemas cardiovasculares. Observe também fibra alimentar, sódio, vitaminas e minerais.

Além da tabela nutricional, outro ponto fundamental para analisar a qualidade do alimento é a lista de ingredientes, é na sua leitura e interpretação que conseguimos fazer uma análise crítica para não nos deixarmos enganar. A lista de ingredientes é escrita em ordem decrescente, ou seja, o primeiro item é sempre o que se encontra em maior quantidade e o último é o menos presente.

Saber interpretar as informações contidas nos rótulos é essencial para não cair em algumas armadilhas. Agora que você já sabe um pouco mais, fique atento! Leia com atenção os rótulos, faça boas escolhas na hora das compras e garanta mais saúde para você e sua família.

Júlia Fernandes é nutricionista pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e pós-graduanda em nutrição clínica funcional pela VP - Centro de nutrição funcional (São Paulo-SP).