Artigo |

A verdade nua e crua sobre marketing de conteúdo: entenda como a sua empresa pode crescer com essa estratégia

Barato do marketing de conteúdo é que não interessa se a empresa é pequena ou grande, ele sempre terá um espaço

É um dia de sol e eu estou de férias, na cidade de São Paulo. Pego um carro por aplicativo e vou até a Avenida Paulista bater perna. Nesse dia, eu tentei me desligar da comunicação de todo jeito. Mas como se desligar de algo que é tão essencial para todos nós?

Fui até o MASP e encontrei um homem vendendo um livro de crônicas. Ele veio me oferecer. Estava com uma mochila lotada de livros, uma camisa molhada de suor e o rosto com algumas rugas, de quem anda bastante para vender a sua arte. Ele disse que era R$30, mas que ganhava só R$15 no final das contas, porque gastava metade do valor confeccionando o livro.

Enfim, eu estava diante de um vendedor de conteúdo. Pensei com meus botões, que por mais que eu tente ficar fora do ar, a comunicação sempre vem até a mim. Comprei o livro.

Saio do MASP e caminho até uma cafeteria. Lá, encontro pessoas em reuniões on-line. Por ironia, alguns falavam do departamento de comunicação. Mas o que me chamou mais atenção, foi um cidadão conversando em espanhol com um amigo. Ele falava de métricas e seus resultados.

Nesse momento eu fiz questão de ficar bem atento na conversa dele, pois era impossível não ouvir, já que o rapaz falava alto. Por ter outro idioma, as pessoas passavam, muitas não entendiam e seguiam em frente.

Ele contou para seu amigo que há 12 meses, estudava estratégias de marketing para aumentar a visibilidade da sua empresa, que apostou com mais “carga” em uma delas e agora sentiu que acertou em cheio. Fiquei ansioso naquele momento e parei até de tomar o café.

Ele disse com um tom alegre, de descoberta: marketing de conteúdo. O homem de camisa branca lisa, cabelos castanhos, all-star preto e de fala rápida estava tão feliz por ter conseguido bater a meta de clientes orgânicos, que já tomava o seu segundo cappuccino grande.

Durante a conversa, ele explicou que conseguiu captar 12 mil possíveis clientes, em um ano, apenas com o modelo de marketing organizado por ele mesmo.

Eu não sei qual é o cargo que ele ocupa, nem onde trabalha. Não troquei, sequer, uma palavra com ele. E mais uma vez, pude ter a certeza, que o conteúdo organizado e de valor continua sendo um dos principais pilares de um negócio.

O barato do marketing de conteúdo é que não interessa se a empresa é pequena ou grande, ele sempre terá um espaço. Não estou dizendo que essa deva ser a única estratégia a ser aplicada, mas posso afirmar que é uma das mais importantes.

Marketing de conteúdo não é só texto. Tendências de crescimento:

As estratégias de marketing de conteúdo já são utilizadas por uma parcela das empresas mundiais, sendo bastante exploradas por grandes empresas.

A The Global Content Marketing Industry prevê crescimento significativo no investimento em marketing de conteúdo, por parte das empresas, nos próximos anos.

Um dos formatos que está em ascensão e pretende crescer mais ainda, ainda esse ano e nos próximos anos são os vídeos curtos, considerados o centro das atenções dos conteúdos.

De acordo com a Wistia, a quantidade de vídeos na internet que foram assistidos por pessoa, a cada semana, quase dobrou em 2021, em comparação com 2018.

Enquanto as pessoas assistiam, em média, 10,5 horas por semana de vídeos, em 2021, essa quantidade foi para 18 horas. Em 2022, 19 horas semanais.

E os podcastings? Eles também estão com a popularidade lá em cima. Você sabia que existem mais de 70 mil novos episódios por dia, de podcasts espalhados pela internet?

E é justamente por essa diversidade, que ele se tornou popular. Porque o consumidor consegue encontrar um programa que agrade aos seus interesses com mais facilidade.

Algumas empresas relataram, inclusive, que tiveram aumento na procura de seus produtos, depois que ele foi falado durante um podcast.

Blogs ainda funcionam?

Super! E eu não estou falando isso porque sou um defensor dos blogs. Cerca de 409 milhões de usuários na internet, lêem mais ou menos 20 bilhões de páginas de blogs, todos os meses.

Por isso, muitos departamentos de marketing ainda adotam o blog como principal formato para implementar as estratégias de conteúdo.

Meu conselho?

Se possível, tente abraçar os principais formatos para implementar estratégias de marketing de conteúdo. É um modelo sólido, sustentável e que deve refletir diretamente nas vendas, a médio e longo prazo.

Por: Pedro Ferro