Artigo | Júlia Fernandes

A qualidade do seu sono pode estar influenciando no seu peso

A relação entre sono e obesidade indica caminhos para fazer do descanso o seu aliado

Júlia Fernandes

Nutricionista pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e pós-graduanda em nutrição clínica funcional pela VP - Centro de nutrição funcional

Apesar de muitas vezes não conseguirmos relacionar a qualidade do nosso sono com a dificuldade para emagrecer, há uma grande relação hormonal entre ambos, o que acaba gerando influência de um em outro. Na vida moderna, está cada vez mais comum a redução das horas dormidas em prol de uma dedicação maior ao trabalho, à família, às redes sociais, entre várias outras demandas. Estudos mostram que nas últimas quatro décadas houve uma redução média de 1,5 a 2 horas de sono por noite e um aumento de mais de 20% entre adultos que dormem por um período menor a sete horas/noite.

Coincidentemente, nas últimas décadas também é visto um aumento bastante expressivo do índice de massa corporal (IMC) em diferentes populações. Na verdade, seria mesmo coincidência? A resposta é não! O sono com baixa qualidade também é um fator de risco para esses desfechos. Estudos mostram que há uma associação reversa entre duração do sono e IMC, ou seja: Quanto menos horas de sono, maior tende a ser o IMC, e sabe por que isso acontece? Pois bem, a privação do sono leva a desajustes endócrinos que induzem à fome e, consequentemente, uma possível obesidade caso as horas de sono reduzidas sejam frequentes. Além da associação com a parte hormonal, há também com o cansaço presente após privação do sono: indivíduo mais cansado tende a reduzir suas atividades no dia seguinte, o que corrobora com o sedentarismo.

Agora que você já sabe a influência do sono no processo de emagrecimento e ganho de peso, que tal começar a cuidar mais dele? Para isso, pratique a higiene do sono: 1- Pelo menos 1h antes de dormir, evite contato com luz azul: celular, TV, computadores. 2- Tenha um ambiente relaxante: Apague as luzes do quarto e busque manter o ambiente em silêncio ou com música relaxante. 3 – Evite consumir café ou qualquer bebida/suplemento que contém cafeína após às 16h. 4- Evite consumir açúcar à noite. 5- Evite beber muita água próximo a hora que vai dormir. Isso pode fazer você se acordar uma ou mais vezes durante a noite para ir ao banheiro. E não esqueça: busque sempre a ajuda de um profissional capacitado na hora de cuidar da sua saúde.