Cliente é preso suspeito de fraudar hipermercado em AL com falso pagamento via pix

Segundo a polícia, suspeito fez compras de produtos alimentícios e um celular e enviou comprovante falso de pagamento pelo whatsapp; fato ocorreu em São Sebastião

A polícia prendeu, nesse sábado (20), um homem suspeito de aplicar golpe em um estabelecimento comercial na cidade de São Sebastião, Agreste de Alagoas. Ele teria feito compras de produtos alimentícios, além de um celular, totalizando o valor de R$ 1.346,00, mas a quantia não foi creditada na conta do comerciante.

Segundo informações do relatório do 3º Batalhão, uma guarnição do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) foi acionada para uma ocorrência de estelionato em um hipermercado no centro da cidade.

Relatos à polícia dão conta de que um homem efetuou compras de alimentos, pelo whatsapp, e chegou a enviar um falso comprovante do pagamento por pix, recebendo os produtos em casa. Além desta compra, realizada em uma noite, adquiriu - no outro dia - um celular no valor de R$ 960,00, realizando a mesma operação de pagamento. O total das compras foi de R$ 1.346,00, valor este não creditado na conta do estabelecimento.

O proprietário, ao tomar nota dos pixs fraudulentos, passou as características do suspeito para a guarnição e os locais da entrega das encomendas. A guarnição efetuou rondas e localizou um suspeito em posse do celular mencionado à polícia, além da conversa pelo whatsapp. O número do celular correspondia ao descrito pela vítima e, além disso, o suspeito foi reconhecido pelos entregadores.

Feito o flagrante, as partes foram conduzidas à Delegacia de São Miguel dos Campos, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante por crime de estelionato.