Acusado de tentar matar a ex-companheira em Arapiraca é condenado a 7 anos de prisão

Réu poderá apelar em liberdade; crime aconteceu no dia 30 de junho de 2017, no bairro Canafístula

O réu Ivanildo de Almeida Rodrigues foi condenado a cumprir 7 anos de reclusão, em regime inicial semiaberto, após tentar matar sua ex-companheira, Josineide da Silva Barbosa, em 2017. O julgamento foi conduzido pelo juiz Helestron Silva da Costa, na sexta-feira (6), no Fórum de Arapiraca. O réu poderá apelar em liberdade.

Segundo informações do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), no dia 30 de junho de 2017, no bairro Canafístula, Ivanildo esfaqueou a vítima após uma discussão. O relacionamento entre réu e vítima havia sido encerrado por iniciativa de Josineide, 20 dias antes do crime.

No dia do crime, os dois chegaram a conversar por telefone, mas o réu teria se dirigido até a residência onde estava Josineide e pedido que ela repetisse o que havia dito durante a ligação.

Em seguida, Ivanildo desferiu 10 golpes de faca contra o rosto, pescoço, axila e costas da vítima. Josineide conseguiu fugir e trancou-se em um quarto. Ela chegou a desmaiar, mas quando acordou, buscou ajuda e foi socorrida por vizinhos.

“ (O réu) atacou sua mulher, com quem tinha uma filha de um ano de idade, dentro da residência comum do casal, perseguindo-a, jogando-a ao chão e desferindo 13 golpes de faca em seu rosto, braço, tórax e pescoço. O réu atentou contra a vítima na presença de sua filha de apenas um ano de idade, chegando a chutá-la enquanto agredia Josineide”, disse o juiz.

De acordo com a decisão, a vítima chegou a ser internada na ala vermelha do hospital local e carrega várias sequelas da agressão, apresentando aparentes cicatrizes no seu corpo.

*com informações da assessoria.