Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > AFUNDAMENTO DO SOLO

População ergue imóveis de forma acelerada no Bom Parto e Flexais

Flagrantes foram feitos pelas autoridades que monitoram a região; suspeita é que objetivo seja aumentar o valor das indenizações

Proprietários de terrenos situados no bairro do Bom Parto e na região dos Flexais, em Bebedouro, foram flagrados, pelos órgãos responsáveis pelo monitoramento da região, construindo edificações, apesar do apelo dos moradores pela realocação em razão dos problemas causados pela atividade mineradora. Uma das localidades, inclusive, já entrou no mapa de indenizações a serem pagas pela Braskem.

De acordo com as autoridades, a suspeita é que as obras de construção, que ocorrem de forma acelerada, têm o objetivo de aumentar o valor da indenização a ser paga pela empresa aos proprietários de imóveis.

Leia também

Nas imagens aéreas fornecidas pelos órgão de monitoramento, é possível observar inúmeras edificações em obras, a maioria delas em local de difícil acesso, o que dificulta um pouco mais a entrada das autoridades. Em uma delas, um trabalhador está atuando na construção de um pavimento superior em um dos imóveis.


				
					População ergue imóveis de forma acelerada no Bom Parto e Flexais
Região afetada pela atividade da Braskem tem obras da construção civil em andamento. Cortesia à Gazetaweb

Ciente da situação, a Defesa Civil de Maceió informou que tem mantido um diálogo com as comunidades, especialmente em locais de desocupações. A Defesa Civil de Maceió adota o diálogo com os cidadãos como um princípio fundamental de sua abordagem. Mantemos um canal de comunicação constante com as comunidades, especialmente em situações que envolvem desocupações. Nesses casos, aplicamos critérios técnicos rigorosos para assegurar uma gestão responsável e informada”, diz o órgão municipal.

Recentemente, a região do Bom Parto onde foram flagradas as obras entrou para o mapa de indenizações, e a população aguarda os trâmites para deixar definitivamente o local após o recebimento dos valores pagos pela Braskem.


				
					População ergue imóveis de forma acelerada no Bom Parto e Flexais
Obras também estão sendo realizadas na região dos Flexais. Cortesia à Gazetaweb

Já na região dos Flexais, onde as obras também acontecem, ainda não há previsão de realocação, apesar desse ser um pedido de diversos órgãos, como o Governo do Estado, a Defensoria Pública Estadual (DPE) e o Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH).

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas