Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Gazeta Summit contribui para planejamento urbano integrado, diz Luís Amorim

Diretor-executivo da OAM pediu um olhar atento do poder público para garantir soluções de mobilidade


				
					Gazeta Summit contribui para planejamento urbano integrado, diz Luís Amorim
Gazeta Summit contribui para planejamento urbano integrado, diz Luís Amorim. Felipe Sóstenes

Na abertura do Gazeta Summit, maior evento de discussão sobre mobilidade em Alagoas, o diretor-executivo da Organização Arnon de Mello, Luís Amorim, defendeu o planejamento urbano integrado, levando em conta o crescimento populacional, a expansão urbana e as necessidades futuras de mobilidade.

Durante toda esta segunda-feira (17), figuras públicas e especialistas se revezam em um debate que vai pontuar os principais desafios de Maceió e Região Metropolitana da capital da mobilidade. O evento acontece no Ritz Hotel Lagoa da Anta, no bairro de Cruz das Almas, e tem transmissão simultânea pelo portal Gazetaweb.

Leia também

Amorim proferiu o discurso de boas-vindas e salientou que um planejamento bem estruturado, que envolva a participação de todos os setores da sociedade, pode construir a Região Metropolitana de Maceió mais justa, acessível e sustentável.

“Na Grande Maceió, estamos cientes dos desafios que enfrentamos. Nossas ruas e avenidas sofrem com o excesso de veículos e é essencial que busquemos soluções inovadoras para descongestionar nosso trânsito. Investir em transporte público de qualidade é uma dessas soluções. Transporte de massa, trens, ônibus confortáveis, com horários regulares e faixas exclusivas, ajudam a reduzir significativamente o número de carros nas ruas”, argumentou.

O diretor-executivo também sugeriu um olhar mais atencioso do poder público para as questões ambientais, ressaltando que a poluição gerada pelo excesso de veículos e os consequentes congestionamentos são uma ameaça à saúde pública e ao meio ambiente.

“Incentivar o uso de transportes alternativos, como bicicletas e veículos elétricos, é um passo necessário para reduzir a emissão de carbono e promover uma cidade mais verde e saudável. Mas, a mobilidade urbana vai além dos veículos. Trata-se de garantir acessibilidade para todos”, destacou.

Ele citou, como exemplo, o piso tátil, como uma ferramenta crucial para pessoas com deficiência visual, permitindo uma navegação segura e independente pela cidade, sendo fundamental a implementação correta e a manutenção deste material nas calçadas e espaços públicos.

Amorim frisou um dos problemas recorrentes da mobilidade urbana e que afeta, sobretudo, a população com deficiência, que são as calçadas irregulares. Ele pediu a regularização destas vias, investimentos adequados em acessibilidade e com a devida manutenção.

“A acessibilidade é um direito de todos, e uma cidade verdadeiramente inclusiva é aquela que não deixa ninguém para trás. Devemos trabalhar juntos para remover as barreiras físicas e sociais que impedem a plena participação de todos os cidadãos na vida urbana”, evidenciou.

Amorim ainda lembrou a contribuição da OAM com a discussão sobre mobilidade. No dia a dia, o trabalho dos veículos da organização destaca a situação do trânsito em tempo real, apresentando as melhores rotas à população e cobrando das autoridades melhorias para facilitar o direito de ir e vir do cidadão.

CONFIRA AS FOTOS DO GAZETA SUMMIT

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas

X