Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
HOME > blogs > EDIVALDO JÚNIOR
Imagem ilustrativa da imagem Sem Arthur Lira, tempo de JHC no guia eleitoral pode cair pela metade

BLOG DO
Edivaldo Júnior

Sem Arthur Lira, tempo de JHC no guia eleitoral pode cair pela metade


				
					Sem Arthur Lira, tempo de JHC no guia eleitoral pode cair pela metade
Eventual rompimento entre Arthur Lira e JHC pode levar ao surgimento de terceira via em Maceió. Reprodução

O tempo de rádio e TV, o chamado "guia eleitoral", continua sendo um dos mais importantes ativos nas campanhas, especialmente as majoritárias. Isso apesar do avanço das mídias sociais. Alguns pré-candidatos apostam tudo no Instagram, YouTube ou outras redes, mas não abrem mão de aparecer nos veículos de comunicação tradicionais.

Nas redes, o candidato muitas vezes fala para a própria "bolha". Com a TV e o rádio, é possível falar com todos os públicos. A mensagem chega mais longe, inclusive para não seguidores ou mesmo para quem não tem perfis em redes sociais.

No cenário atual, em Maceió, o atual prefeito e pré-candidato à reeleição, João Henrique Caldas (PL), terá com folga o maior tempo de rádio e TV, seguido de Rafael Brito (MDB), Ricardo Barbosa (PT) e Lobão (SDD).

Numa projeção feita pelo blog, o tempo de JHC ficaria em cerca de 4 minutos e 30 segundos (considerando o guia eleitoral de 10 minutos), Rafael Brito teria 2 minutos e 15 segundos, Ricardo Barbosa 1 minuto e 55 segundos, Lobão 22 segundos e Lenilda Luna (UP) teria direito apenas ao tempo de divisão igual, cerca de 12 segundos.

A projeção leva em conta que JHC terá, além do PL, PP, União, Republicanos, Podemos; Rafael Brito, MDB, PDT, PSB e PDT; Ricardo Barbosa, Federação Brasil e Federação PSOL Redes; Lobão, SDD.

O cenário pode mudar tanto para JHC quanto para Renan Filho, dependendo da confirmação das atuais alianças ou da ampliação da base.

JHC, por exemplo, pode ficar com 4 minutos e meio ou pode cair para menos de 3 minutos se não confirmar a aliança com o presidente da Câmara dos Deputados. Arthur Lira (PP) já avisou que quer indicar o vice de João Henrique Caldas, mantendo acordo firmado entre os dois. JHC, num movimento mais que calculado, já teria feito o convite ao senador Rodrigo Cunha (PODE). Os sinais são de que ele aceitará;

Tudo indica que uma terceira via, liderada por Lira, pode surgir em Maceió caso JHC não mantenha o acordo com o presidente da Câmara dos Deputados. Nesse caso, Lira teria, de largada, o PP e o União, que somariam juntos cerca de 2 minutos.

Com a influência que tem em outras legendas, não seria difícil para Arthur provocar outras baixas no tempo de TV e rádio de JHC e garantir o maior tempo para a terceira via. Mas essa é outra história.