Windowsfx: brasileiros criam 'Windows 11 grátis' baseado em Linux

Sistema operacional da Microsoft ainda não oferece a liberdade desejada por alguns usuários, como os desenvolvedores brasileiros da distribuição LinuxFX

Com diversos recursos e um distinto visual, o Windows 11 já reúne uma legião de fãs mesmo na fase de testes. O novo sistema operacional da Microsoft já até tem data de estreia, porém parece ainda não oferecer a liberdade desejada por alguns usuários, como os desenvolvedores brasileiros da distribuição LinuxFX.

Composta de apenas quatro membros, a equipe liderada pelo desenvolvedor Rafael Rachid conseguiu reproduzir os principais recursos do Windows 11 com grande fidelidade na distribuição Windowsfx 11, baseada nos códigos de KDE Plasma e Ubuntu Core. O charme da interface da Microsoft é traduzido no tema WX Desktop, aplicado ao ambiente de trabalho (DE) da KDE, que apresenta toda a estética do vindouro sistema operacional, incluindo ícones, animações personalizadas e diversas modificações.

Além da apresentação refinada, o Windowsfx 11 oferece todos os recursos que tornam o Linux uma das principais alternativas para os internautas graças ao kernel e gerenciador de pacotes utilizados pela novidade — os mesmos presentes no estável e seguro Ubuntu 20.04. Essa característica facilita o processo de instalação de aplicativos com apenas algumas linhas de comando, aumentando a acessibilidade da distro para mais usuários.

Futuras atualizações

Em entrevista ao TecMundo, Rachid revelou que o Windowsfx 11 seguirá o cronograma de lançamento do Windows 11 e promete novos recursos para o futuro. As possíveis atualizações incluem novo painel de controle, gerenciador de temas aprimorado e mais funções para o Helloa, um assistente de voz proprietário incorporado desde a versão 10.7 da distribuição Linux.

A equipe também aproveitou para comentar que o Windowsfx 11 está sendo desenvolvido conforme os termos de uso da Microsoft, utilizando ferramentas de código aberto disponíveis no site do próprio projeto. Assim, a distro não estaria "diretamente infringindo" qualquer direito da empresa de Redmond.

Salvando PCs antigos

Os desenvolvedores reforçaram a importância do projeto ao poder salvar PCs antigos. Segundo os responsáveis, o LinuxFX busca evitar o "descarte" desnecessário de computadores incompatíveis com o Windows, segundo os requerimentos da Microsoft.

"Pessoas e empresas que só precisam de um computador seguro para trabalhar ou navegar na internet serão diretamente beneficiadas com o nosso sistema", afirmou Rachid. "Pessoas sem dinheiro para comprar um computador novo — mundo afora — também".

O LinuxFX existe desde 2007 e ganhou notoriedade com sua distro baseada no Windows 10. E o impacto do sistema pode ser ainda maior com a versão inspirada no Windows 11, já que o sistema da Microsoft é mais exigente nos requisitos e pode até ficar sem updates em máquinas incompatíveis.

Disponibilidade

O Windowsfx 11 está disponível em forma de ISO para as plataformas x86 e ARM, possibilitando instalação em diversos dispositivos, como o Raspberry Pi. O sistema conta com uma versão totalmente gratuita e pode ser adquirido por usuários corporativos, o que inclui suporte da equipe de desenvolvimento.

A versão atual do Windowsfx 11 ainda está em prévia, o que, assim como o Windows 11 para Insiders, pode apresentar alguns bugs durante o uso.