Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > POLÍTICA

Paulo anuncia concursos e investimentos em infraestrutura para 2024

Governador também reforçou a cobrança por indenização justa às vítimas do crime provocado pela Braskem e celebrou a redução da pobreza e o desempenho do Estado no turismo

No balanço que fez da gestão, em entrevistas à TV Gazeta e à Rádio MIX, na manhã desta terça-feira (23), o governador Paulo Dantas (MDB) anunciou o planejamento de concursos públicos para 2024 e novos investimentos em infraestrutura. Ele também reforçou a cobrança por indenização justa às vítimas do crime provocado pela Braskem e celebrou a redução da pobreza, atestada pelo IBGE, e o desempenho positivo do Estado no turismo.

Há previsão de concursos, em breve, para a Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal), Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) e Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (Emater). Até o fim do governo, deve ser feito processo seletivo para Educação, Saúde e Polícia Científica.

Leia também

ASSISTA À ENTREVISTA DO GOVERNADOR NA RÁDIO MIX

Paulo Dantas deu entrevista no Bom Dia e falou sobre os avanços de Alagoas
Paulo Dantas deu entrevista no Bom Dia e falou sobre os avanços de Alagoas | Foto: Pei Fon / Agência Alagoas

De acordo com o governador, será lançado, este ano, um plano arrojado de assistência técnica na agricultura familiar. É a medida que o Estado encontrou para reestruturar a Emater, garantindo tecnologia e inovação para quem sobrevive do campo.

“Desde que assumimos o mandato, já nomeamos cerca de três mil servidores. Fizemos o concurso para delegado e, em abril de 2024, vamos entregar para a sociedade mil novos servidores da Polícia Militar, trezentos policiais penais e mais trezentos policiais civis. Até o mês que vem, entregaremos mais um CISP [Centro Integrado de Segurança Pública] no Benedito Bentes, onde funcionará a sede da Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado [Dracco]”, informou.

Na infraestrutura, Paulo reafirmou o compromisso de inaugurar, ainda em 2024, a primeira etapa do Aeroporto de Maragogi, que compreende a terraplanagem e a pista principal de pousos e decolagens. A segunda etapa (construção do terminal de passageiros) tem previsão de ser entregue em 2025. As obras do equipamento ainda preveem a recuperação da rodovia que liga Alagoas a Pernambuco para facilitar o acesso dos passageiros.

Como revelou, o aeroporto, quando estiver pronto, terá a capacidade de receber voos internacionais de até 12 horas. Isso quer dizer que as companhias aéreas que fazem a rota para a Europa, por exemplo, estarão aptas a passar por Maragogi.

O governador anunciou, também, a requalificação do Aeroporto de Penedo, com balizamento noturno, e comemorou o início das obras na tão ansiada ponte Penedo-Neópolis (Sergipe), que custará R$ 202 milhões, com previsão de ser concluída em 24 meses.

Paulo Dantas falou sobre investimentos na Rádio Mix
Paulo Dantas falou sobre investimentos na Rádio Mix | Foto: Pei Fon / Agência Alagoas

Turismo

Ele considerou o ano passado como extraordinário para o turismo, apesar da grande repercussão do colapso da mina 18, da Braskem, no bairro do Mutange, em Maceió. Segundo ele, em 2023, o Estado bateu todos os recordes possíveis neste segmento, seja com o número grande de voos, visitantes e estrangeiros.

“O cenário extraordinário se deve ao trabalho conjunto que é feito entre o setor privado e o público. Temos, hoje, as melhores rodovias do Brasil, e oferecemos os melhores serviços”, garante.

Paulo reforçou o pedido para que o sistema de Justiça ajude o Estado a resolver, definitivamente, a tragédia ambiental provocada pela Braskem, com a definição de indenizações justas à população afetada e ao poder público. Ele divulgou que o governo pleiteia R$ 20 bilhões de ressarcimento, incluindo as perdas tributárias.

Além desta cobrança, ainda está sendo questionado pelo Executivo Estadual, no Supremo Tribunal Federal (STF), o acordo firmado entre a Prefeitura de Maceió e a mineradora. Sobre isso, o governador informou que pediu aos observadores do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) uma análise criteriosa nestes termos.

“Defendo que a Braskem venda os ativos e passivos para fundos internacionais somente após sanar as dívidas indenizatórias com os afetados pelo desastre”, destacou.

Ele celebrou a redução da extrema pobreza em Alagoas, confirmada pelo IBGE na Síntese dos Indicadores Sociais. Aqui, o número de pessoas que viviam com menos de R$ 200 por mês, caiu para 13,1 % em 2022, após alcançar o patamar de 16,4% em 2021 . Já a proporção daqueles em situação de pobreza, que viviam com até R$ 637 por mês, teve redução de 60,3%, em 2021 , para 54,2% em 2022.

“Estes dados nos deixam muito felizes e sabemos do compromisso que temos para investir ainda mais em logística, a exemplo da construção de estradas, aeroportos e rodovias. Isso traz desenvolvimento”, comentou.

O governador também citou os resultados positivos da economia do Estado, com o crescimento do PIB na ordem de 7,3%, sendo o maior percentual do Nordeste e o terceiro do País. Na promoção de empregos, a alta foi de 5,3%. Segundo ele, o volume de investimentos públicos aumentou de R$ 2,5 bilhões em 2022 para R$ 2,7 bilhões no ano passado.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas