Pacheco define instalação da CPI da Braskem para terça (12)

Haverá uma reunião de alinhamento no gabinete do senador Omar Aziz (PSD-AM); Renan Calheiros (MDB-AL) estaria interessado na relatoria

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que irá apurar o afundamento de solo em Maceió, causado pela exploração de sal-gema pela Braskem, teve a data de instalação definida pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). O colegiado será instalado na próxima terça-feira (12/12), às 15h.

Mais cedo, ocorrerá uma reunião no gabinete do senador Omar Aziz (PSD-AM), cotado para a presidência do colegiado.

Na última quinta (7/12), os nomes que faltavam foram indicados. Pacheco leu o requerimento de criação da CPI em Plenário em outubro. Inicialmente, a comissão seria firmada na quarta (13), mas a data foi alterada após discussão entre os líderes.

Até o momento, foram indicados nove senadores, incluindo o próprio autor da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), dos 11 titulares necessários para a instalação: Efraim Filho (União-PB), Cid Gomes (PDT-CE), Omar Aziz (PSD-AM), Rodrigo Cunha (Podemos-AL), Jorge Kajuru (PSB-GO), Eduardo Gomes (PL-TO) e Wellington Fagundes (PL-MT). Entre os suplentes estão Magno Malta (PL-ES), Fernando Farias (MDB-AL), Cleitinho (Republicanos-MG), Leila Barros (PDT-DF) e Jayme Campos (União-MT).

O PP do presidente da Câmara, Arthur Lira (AL), apontou Dr. Hiran (RR) e os blocos Parlamentar Democracia – composto de MDB, União, Podemos, PDT – e o Resistência Democrática – formado por PT, PSD, PSB – ainda devem indicar um e dois membros, respectivamente.

Com a maioria de indicados alcançados, o colegiado pode ser instalado, mas o começo dos trabalhos está previsto para o dia 1º de fevereiro de 2024, no retorno do recesso parlamentar.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p