Mais de 100 policiais militares e civis reforçarão a segurança nas eleições de Campo Grande

Pleito ocorrerá no próximo domingo (12); a delegacia de Campo Grande também contará com o apoio de unidades especiais, que colaborarão durante o período eleitoral

Mais de 100 policiais militares e civis reforçarão a segurança das eleições suplementares, que ocorrem no município de Campo Grande, no próximo domingo (12). As ações de reforço terão início já nesta sexta-feira (10) e segue até o dia do pleito.

A eleição suplementar acontece após o registro de candidatura do prefeito eleito com 51,40% dos votos, Arnaldo Higino (PP), ser indeferido e ter a chapa cassada em todas as instâncias da Justiça eleitoral por atos de improbidade administrativa.

Começando nesta sexta (9), a Polícia Militar de Alagoas (PM/AL) empregará 17 militares no serviço ordinário. Já no sábado (11), o efetivo sobe para 28. O domingo (12) contará com 45 policiais, que ficarão distribuídos em pontos estratégicos. A corporação ainda disponibilizará viaturas e fará uso de uma aeronave da Secretaria da Segurança Pública, tanto no sábado como no domingo.

A Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) terá o reforço de 47 servidores, incluindo delegados, agentes e escrivães de polícia. Para atuarem na coordenação dos trabalhos, dois delegados foram designados pelo delegado-geral da instituição. Ainda haverá policiais civis das gerências de Polícia Judiciária, do Tigre e da Asfixia.

A delegacia de Campo Grande também contará com o apoio de unidades especiais, que colaborarão durante o período eleitoral.

Em casos de boca de urna, compra de voto e concentração de eleitores, a população poderá fazer denúncias anônimas por meio dos sites da Polícia Civil e da Secretaria da Segurança Pública. O conteúdo será encaminhado à Delegacia Interativa, que, após análise das informações, fará o direcionamento para a delegacia responsável pela investigação.

*com informações da PC/AL.