Desembargador Marcelo Vieira toma posse na presidência do TRT

Com a posse, o desembargador senta pela segunda vez à cadeira da presidência do órgão para o biênio 2022-2024

O desembargador Marcelo Vieira foi conduzido novamente para a Presidência do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (AL) em solenidade realizada nesta quarta-feira (23). O evento foi realizado no auditório do Fórum da Justiça Federal, localizado no bairro da Serraria.

Com a posse, o desembargador senta pela segunda vez à cadeira da presidência do órgão. Agora, ele permanece no biênio 2022/2024. A solenidade deu posse também à desembargadora Vanda Maria Ferreira Lustosa, para a Ouvidoria, e à desembargadora Anne Helena Fischer Inojosa, para o cargo de Diretora da Escola Judicial. Já o desembargador João Leite de Arruda Alencar tomou posse como vice-presidente do TRT e corregedor.

O presidente do TRT, Marcelo Vieira, comentou sobre ter sido o escolhido para continuar a presidir o órgão. "A nossa continuidade na presidência é motivo de muito entusiasmo para a gente. De gratidão pela confiança, pela aclamação que foi feita por todos os nossos pares. E a expectativa diante desses dois anos muito difíceis, de pandemia, que provocou diversos tipos de crises e dificuldades, é que possamos fazer um trabalho ainda melhor e que atenda cada vez mais os anseios da população, em parceria com a advocacia, com o Ministério Público, com empregadores e empregados", afirmou o presidente.

Por presidir o órgão, durante o seu primeiro mandato, durante a crise provocada pela pandemia, Marcelo Vieira elencou que a cultura de conciliação ajudou o órgão a atender as demandas que chegaram ao tribunal durante esse período.

Desembargador toma posse pela 2ª vez - Foto: Marcos Rodrigues

"A estrutura é muito boa. Os nossos juízes e servidores são muito preparados. Nós temos uma cultura de conciliação e nesse momento de dificuldade é fundamental a conciliação, a conversa. Esse é nosso principal objetivo e quando não se consegue, nós vamos para julgamentos", finaliza o presidente do TRT.

O diretor-executivo da Organização Arnon de Melo, Luis Amorim, afirmou que Marcelo Vieira conhece as necessidades dos trabalhadores que buscam o tribunal. "Dr. Marcelo Vieira é um militante da área trabalhista, que fez um belo trabalho como presidente, renovando seu mandato. Eu tenho certeza que irá atender todas as demandas reprimidas do TRT. E somente ele, como uma pessoa que militou tanto tempo, que conhece profundamente as necessidades, saberá dar curso aos anseios de todos os trabalhadores e de toda a corte que espera dele como magistrado do seu gabarito", pontua Amorim.

Quem esteve presente na solenidade foi o desembargador do Tribunal de Justiça de Alagoas Fábio Ferrario, que falou sobre a importância de se dar continuidade aos trabalhos já desenvolvidos dentro da administração pública do órgão.

Desembargador tomou posse pela 2ª vez da presidência do TRT - Foto: Marcos Rodrigues

"É sempre importante na administração pública você ter uma continuidade. A exemplo do que existe na iniciativa privada, é de se levar também ao judiciário uma progressão de gestões, todas no bem comum, voltada num direcionamento que somente engrandece o poder", afirma Ferrario e acrescenta: "O Judiciário, a cada dia, vem se preparando também para a questão social. Toda a gestão hoje é voltada com esse dinamismo, não só para atividade fim, mas também com olhar atento às demandas sociais. A importância da continuidade de uma gestão para outra, dos programas de trabalho é sempre salutar", disse o desembargador do Tribunal de Justiça.

Já o procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Estado, Marcio Roberto, pontuou que Marcelo Vieira foi "destaque" no período eleitoral. "É muito importante esse momento [de recondução à presidência]. Demonstra que o Dr. Marcelo fez uma grande gestão. Durante as eleições, ele foi destaque também. Parabéns à Justiça do Trabalho porque teremos mais dois anos de administração profícua", parabenizou o procurador-geral do órgão ministerial.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Otávio Praxedes, afirma que a recondução de Marcelo Vieira à presidência do TRT é reconhecimento do trabalho desenvolvimento por ele à frente do órgão e destacou a assistência dada pelo órgão trabalhista durante as eleições.

"Isso é motivo de regozijo porque demonstra o trabalho proativo do Dr. Marcelo Vieira, ele sempre correspondendo aos anseios de Justiça, àqueles que clamam sempre pela Justiça Célere. Isso é um reconhecimento ao trabalho do desembargador Marcelo. A Justiça do Trabalho muito contribuiu para as eleições porque nós fizemos uma eleição paralelo na OAB de Alagoas e precisávamos de servidores das instituições. O desembargador Marcelo disponibilizou mais de 35 servidores da Justiça do Trabalho para contribuir com a Justiça Eleitoral. Além disso tudo, o TRT tem na sua estrutura funcional agentes de segurança e já havia antes uma contribuição do desembargador [Marcelo Vieira], colocando esses agentes para trabalhar em favor da Justiça Eleitoral. E no primeiro e segundo turno tivemos apoio da segurança da Justiça do Trabalho", expôs o presidente do TRE.

Natália Von Sohsten, vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Alagoas, lembrou que o desembargador Marcelo Vieira é distribuído no órgão por meio de indicação do Quinto Constitucional, ou seja, pela própria ordem.

"A Ordem fica feliz com a recondução do desembargador, principalmente porque ele veio da classe da advocacia. É um coroamento tanto dele, quanto da Ordem dos Advogados do Brasil, que vê um jurista chegar na presidência e ser reconduzido. Mas, mais que merecida a recondução dele, porque a primeira gestão dele passou por uma pandemia e, mesmo assim, ele fez uma gestão de excelência. Agora a gente espera uma dinâmica ainda melhor dentro da Justiça do Trabalho, uma parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil e desejamos maior êxito nessa caminhada", finalizou a vice-presidente da OAB -AL.