Davi Maia critica governador por anúncio de morte por covid-19 nas redes sociais

Ele classificou a atitude de Renan Filho como insensível e desumana

O anúncio feito nas redes sociais, pelo governador Renan Filho (MDB), da primeira morte por covid-19, em Alagoas, foi criticado pelo deputado Davi Maia (DEM). Usando o perfil no Instagram, o parlamentar classificou a atitude do chefe do Executivo como insensível e desumana em relação à família do paciente.
"Por que este tratamento insensível e desumano com a família? Postar em Instagram pessoal do governador não é oficial. Faltou respeito e humanidade com os parentes, que só descobriram a causa da morte pelas redes sociais. Em época de pandemia, precisamos de notícias oficiais e organizadas para evitar pânico e ainda mais medo". 
Além de condenar a maneira como Renan Filho agiu, o deputado fez outros questionamentos ao governo. Um deles buscava entender os motivos que mantiveram o idoso com sintomas graves da doença em uma UPA [Unidade de Pronto Atendimento].
"Por que ele [o paciente] não foi transferido para um dos leitos que o governador tanto anuncia e e um dos hospitais aptos a receberem casos suspeitos de covid-19? Precisamos tratar com zelo e urgência todo e qualquer caso suspeito em nosso Estado para salvar e proteger mais vidas", afirmou Davi Maia..
A primeira vítima fatal que testou positivo para o novo coronavírus em Alagoas tinha 64 anos, era do Acre e morava aqui há 6 anos. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o paciente tinha histórico de diabetes.