Das nove cadeiras para a Câmara dos Deputados, nenhuma será ocupada por mulheres

Atualmente, AL só tem uma mulher ocupando vaga por Alagoas na Câmara

Das cerca de 60 mulheres que se candidataram para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados por Alagoas, nenhuma delas se elegeu para exercer o mandato a partir de 2023. Nas eleições realizadas nesse domingo (3), as nove cadeiras foram destinadas a homens.

Se elegeram para deputados federais os candidatos:

  • Arthur Lira (Progressistas)
  • Marx Beltrão (Progressistas)
  • Fábio Costa (Progressistas)
  • Daniel Barbosa (Progressistas)
  • Isnaldo Bulhões (MDB)
  • Rafael Brito (MDB)
  • Alfredo Gaspar (União Brasil)
  • Luciano Amaral (Partido Verde)
  • Paulão (PT)

Nem Tereza Nelma (PSDB), que já estava com mandato, quando venceu as eleições em 2018, conseguiu se reeleger. Atualmente, ela é a única mulher que ocupa uma cadeira na Câmara dos Deputados por Alagoas, mas terá o mandato concluído em dezembro deste ano.

A votação mais expressiva foi a do atual presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas), que obteve mais de 219 mil votos válidos. O segundo mais votado foi o ex-secretário de Segurança Pública de Alagoas, Alfredo Gaspar (União Brasil). Em seguida, veio Luciano Amaral (Partido Verde), que vai estrear no cargo. Além de Arthur Lira, também conseguiram a reeleição Marx Beltrão (Progressistas), Isnaldo Bulhões (MDB) e Paulão (PT) .

Além de Alfredo Gaspar, os novos nomes que passam a integrar a Câmara dos Deputados são Fábio Costa (Progressistas); Daniel Barbosa (Progressistas); Rafael Brito (MDB); e Luciano Amaral (Partido Verde)