Suspeito de matar filho de agropecuarista é preso no HGE

Apontado como autor do crime, Carlos Alberto Silva Santos foi detido depois de receber atendimento

Foi preso na manhã desta segunda-feira (11) o suspeito de assassinar o jovem Volney Sampaio Vilela, de 23 anos, em Boca da Mata. Apontado como autor do crime, Carlos Alberto Silva Santos foi detido no Hospital Geral do Estado (HGE), para onde foi transferido após passar pela Santa Casa de Misericórdia de São Miguel dos Campos. A informação da prisão foi confirmada pelo posto policial da unidade de saúde da capital.
Filho de um agropecuarista, Volney foi atingido por vários disparos de arma de fogo na noite de domingo (10), após uma briga na zona rural de Boca da Mata, a 80 km da capital.
Segundo o policial de plantão, Carlos Alberto foi preso logo ao dar entrada no hospital. Autoridades policiais foram acionadas e estão com ele, que, depois de ter alta, deve ficar à disposição da delegacia de Boca da Mata, onde ocorreu o crime, para que seja ouvido. 
A assessoria de comunicação do HGE informou que o suspeito está internado na enfermaria da unidade e teria levado um tiro no braço.
Crime
Volney Sampaio Vilela foi morto neste domingo, depois de uma discussão. De acordo com a polícia, ele discutia com o suspeito, conhecido como Beto Sapucaia, quando este se revoltou e efetuou os disparos, atingindo o jovem no tórax. Outra pessoa também havia sido atingida. Após o crime, o autor fugiu do local. 
A vítima chegou a ser socorrida e levada ao Hospital de São Miguel dos Campos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes do procedimento médico. Volney era filho do agropecuarista Fernando Sampaio, de São Miguel dos Campos, e cursava Direito em uma instituição privada. 
O motivo da discussão ainda é desconhecido pelas autoridades policiais. O caso será investigado por agentes da 76ª Delegacia de Boca da Mata.