Sem registro em unidades de saúde, PC apela para que população denuncie mãe que abandonou bebê no Vergel

As duas testemunhas foram ouvidas nessa quarta-feira (26), pela equipe do 3º Distrito Policial

Sem registro de atendimento em unidades de saúde ou imagens de videomonitoramento, a Polícia Civil (PC) pede ajuda da população para localizar a mãe da bebê abandonada e que veio a óbito no Vergel do Lago, na última terça-feira (25).

Os agentes da PC fizeram uma varredura no sistema de saúde, no intuito de encontrar mulheres com sangramento ou algum problema ginecológico em decorrência de aborto ou parto, porém, sem sucesso.

De acordo com o delegado Nivaldo Aleixo, do 3º Distrito, a denúncia pode ser feita de forma anônima. "Contamos com a colaboração da sociedade, para identificarmos quem é a mulher que abandonou a criança, que, infelizmente, morreu no hospital".

A bebê, de aproximadamente 28 semanas, foi encontrada por uma mulher, que acabou pedindo ajuda a um motoqueiro que ia passando na rua. A bebê estava enrolada em um pano e com resto de tecido da placenta.

Em seguida, a recém-nascida foi encaminhada para o Hospital Geral Santo Antônio, na General Hermes, no Centro, onde foi reanimada e intubada. Ela não resistiu e morreu.

As duas testemunhas foram ouvidas nessa quarta-feira (26), pela equipe do 3º DP.