PC identifica ex-marido e amigo suspeitos de matar mulher

Delegado já representou pela prisão de ambos os autores; namorado de Juliana presenciou o crime e chegou a ser baleado

A Polícia Civil (PC) já identificou duas pessoas que participaram da morte de uma mulher na Barra de Santo Antônio, no sábado (02), dentre elas, o ex-marido da vítima. Além disso, o delegado que apura o caso representou pela prisão de ambas, uma deles o ex-companheiro da vítima, conforme repassado pela coordenadora das Delegacias Especializadas da Mulher, delegada Ana Luiza Nogueira.

De acordo com Ana Luiza, este é mais um caso de feminicídio ocorrido em Alagoas, desta vez, em uma cidade do Litoral Norte de Alagoas. No momento, o inquérito já está em andamento e várias pessoas já prestaram depoimento ao delegado Eduardo Marques.

"As investigações se iniciaram com a colheita dos depoimentos de familiares e testemunhas do fato. Já conseguimos identificar os dois suspeitos que participaram da ação criminosa, dentre eles, o próprio ex-companheiro de Juliana Nascimento da Silva, de 31 anos, assassinada a tiros dentro de casa. A cena, inclusive, foi presenciada pelo namorado dela", informou a delegada, acrescentando que as equipes estão em diligência para capturar os acusados.

Além da identificação dos responsáveis pela morte de Juliana, a polícia também representou pela prisão de ambos os autores do crime, aguardando, assim, uma decisão do Poder Judiciário.

AMEAÇAS

Conforme o irmão da vítima, ela era constantemente ameaçada pelo ex-companheiro, sendo esse o motivo, inclusive, da fuga dela para o estado de Alagoas. Ela residia em São Paulo e não aguentava mais a convivência com ele. O homem também, segundo familiares, chegou a ameaçá-la com um revólver na frente dos filhos.

O irmão de Juliana disse ainda que o homem a ameaçava todos dias para ficar com os dois filhos do casal, um com 4 anos e o outro com 2. Juliana tinha mais três filhos que viviam com o outro pai, segundo o irmão. Eles têm 14, 13 e 7 anos.

Conforme as informações do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), o ex-marido da vítima teve ajuda de um amigo para cometer o crime. Os dois não foram localizados.

O atual namorado da vítima, segundo a Polícia Militar, também foi alvo dos tiros, mas conseguiu escapar. Já a mulher não resistiu aos ferimentos e morreu no local da ocorrência.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p